Souza precisou ser substituído no intervalo da vitória por 3 a 2 sobre o Corinthians com possível problema no ligamento colateral do joelho direito

O volante Souza não conseguiu terminar a partida deste domingo, contra o Corinthians. Ele se machucou em dividida no primeiro tempo, precisou ser substituído no intervalo e deixou o Pacaembu com suspeita de lesão no ligamento colateral do joelho direito.

"Amanhã (segunda-feira), sem dor, fazendo exames clínico e de ressonância, talvez a gente veja algumas coisas que não vimos hoje. Mas, a princípio, estamos mais preocupados com o colateral medial. Se for só isso, não é uma lesão grave", disse o médico do clube, José Sanchez.

A dividida com o corintiano Bruno Henrique foi dura. Apesar disso, ele retornou ao gramado depois de ser atendido pelos médicos e decidiu pedir substituição somente no intervalo. "Estou sentindo o joelho meio solto quando corro", avisou, na descida para o vestiário, antes de dar lugar a Wellington.

Emprestado pelo Grêmio, em negociação que estendeu a permanência do zagueiro Rhodolfo na equipe gaúcha, Souza ganhou a titularidade do meio-campo tão logo teve seu contrato regularizado. Desde então, só tem sido elogiado pelo técnico Muricy Ramalho, que lamentou sua provável ausência nos próximos compromissos.

"Áli é um toco que ele não poderia ter chutado. Foi falta do adversário. Nem sei o que o juiz marcou, mas foi um toco do adversário. Tomara que não seja nada muito grave, porque ele caiu muito bem no time. Tem bom passe e se deu muito bem com o Maicon. Com ele, a gente já sai de trás com um passe melhor. Tomara que ele se recupere rapidamente", falou o treinador.

Para o confronto de quarta-feira frente ao CSA, em Maceió, o volante é desfalque certo. Seu substituto mais provável na estreia do São Paulo na Copa do Brasil é Wellington, que já herdou a posição no segundo tempo da vitória por 3 a 2.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.