Tamanho do texto

Corinthians precisa vencer para manter chances de obter vaga, e São Paulo quer acabar com jejum de 12 clássicos sem vitória

Time de Mano Menezes precisa de vitória no clássico para seguir sonhando com vaga
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Time de Mano Menezes precisa de vitória no clássico para seguir sonhando com vaga

Um empate não serve para o que Corinthians e São Paulo buscam neste domingo, a partir das 16 horas (de Brasília). Enquanto o time do elogiado garoto Luciano quer a vitória no Pacaembu para manter a esperança de vaga no mata-mata, a já classificada equipe do artilheiro Luis Fabiano luta contra um jejum de 12 clássicos consecutivos sem vencer.

Veja classificação, jogos, notícias e artilharia do Campeonato Paulista

Restando três rodadas para o término da primeira fase do Campeonato Paulista, o Corinthians é o terceiro colocado de sua chave, um ponto abaixo do Ituano, momentaneamente dono da segunda vaga para as quartas de final. Curiosamente, o concorrente interiorano tem os mesmos três últimos adversários (além do São Paulo, também enfrentará Atlético Sorocaba e Penapolense).

"Mas as campanhas de Corinthians e São Paulo são muito parecidas. A diferença entre um e outro é de um ponto. Eles não tiveram uma sequência de quatro derrotas, e a nossa série final talvez seja um pouco melhor. Por isso, não dá para dizer que alguém esteja na frente de forma consistente", analisou Mano Menezes, satisfeito com a evolução corintiana. "Hoje, somos uma equipe de futebol".Muricy Ramalho, o técnico rival, não leva em consideração - ao contrário da torcida - o longo período sem vencer um clássico, no qual o time contabilizou sete derrotas e cinco empates. Mas, mesmo garantido antecipadamente na fase decisiva do campeonato, promete não tirar o pé. Até porque pode, desde já, eliminar o Corinthians de seu caminho.

Rogério Ceni e Muricy Ramalho tentam superar jejum do São Paulo em clássicos
Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta Press
Rogério Ceni e Muricy Ramalho tentam superar jejum do São Paulo em clássicos

"O grande problema aí não é nem a rivalidade, mas o Corinthians ser um adversário muito forte. É lógico que seria bom não ter um time como esse pela frente no mata-mata, um candidato ao título. Seria bom se todos (os outros grandes) ficassem fora, mas não tem como", brincou.

O treinador são-paulino não tem dúvidas sobre a escalação, porém fez mistério. O atacante colombiano Dorlan Pabon não treinou na sexta-feira por sentir desconforto muscular na coxa direita, mas deve continuar entre os titulares. A única alteração confirmada em relação à equipe que venceu o Audax por 4 a 0 (mesmo placar aplicado pelo Corinthians em Lins), com dois gols de Luis Fabiano, será a volta do uruguaio Álvaro Pereira à lateral esquerda.

No rival, há mais indefinições. Mano Menezes poderia ter o retorno do centroavante Paolo Guerrero. O peruano sofreu uma entorse no joelho direito na partida contra o Comercial, no meio da semana passada, contudo tem treinado bem. O bom momento do jovem Luciano, autor de quatro gols em dois jogos, deverá deixá-lo no banco de reservas.

Romarinho acusou dores na coxa esquerda e poderia virar mais um problema, porém reagiu bem e está à disposição novamente. Mano já não terá Jadson, que saiu do São Paulo com a ressalva contratual de não enfrentar o ex-clube. O veterano Danilo e Renato Augusto concorrem à vaga.
FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X SÃO PAULO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 9 de março de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira e Anderson Jose de Moraes

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Cleber, Gil e Uendel; Ralf, Guilherme, Bruno Henrique e Danilo (Renato Augusto); Romarinho (Guerrero) e Luciano
Técnico: Mano Menezes

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Maicon, Souza e Ganso; Pabon, Osvaldo e Luis Fabiano
Técnico: Muricy Ramalho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.