Segundo o jogador, críticas pelo rebaixamento à Série B do Brasileirão estão atrapalhando o elenco

Ao contrário da postura adotada pela maior parte dos profissionais do Náutico , o volante Yuri acredita que a derrota por 2 a 0 para o Salgueiro , nesta quarta-feira, na Arena Pernambuco, foi injusta, porque o time teve "quase 80% da posse de bola". Para o jogador, o que ainda atrapalha são as críticas por causa do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro em 2013.

"Temos de esquecer o que aconteceu em 2013. Essa frustração toda não é nossa. Estamos muito tristes pelo que aconteceu hoje (quarta-feira)", disse o volante.

Com um posicionamento diferente do habitual, Yuri também reclamou da falta de espaço e alegou que "não tinha com quem jogar".

"Acho que quem precisa avaliar a melhor estratégia é o professor. Vou procurar desempenhar o meu papel, assim como todos os jogadores", afirmou.

Mesmo com a derrota, o Náutico se manteve na liderança do hexagonal final, com oito pontos. O primeiro lugar, no entanto, está ameaçado por Sport e Santa Cruz, que se enfrentam nesta noite na Ilha do Retiro. O time tentará a recuperação contra o Porto, no Lacerdão, neste domingo.

Psicóloga é reforço

O Náutico anunciou, na tarde desta quinta-feira, a contratação da psicóloga Aretana Azevedo. Além de atender os jogadores, a profissional irá prestar auxílio a outros funcionários do clube.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.