Corinthians não poderá contar com Jadson diante do São Paulo e Mano diz que só decidirá substituto no final da semana

Jadson domina bola para o Corinthians diante do Linense no Campeonato Paulista
José Luis Silva/Agência Agil
Jadson domina bola para o Corinthians diante do Linense no Campeonato Paulista

Depois de garantir a quarta vitória consecutiva no Campeonato Paulista, com uma goleada, por 4 a 0, sobre o Linense nesta quarta-feira, Mano Menezes perdeu um jogador muito importante para o clássico deste domingo, contra o São Paulo, no Pacaembu. Mesmo contratado em definitivo pelo Corinthians , o meia Jadson não poderá atuar contra o seu ex-clube, por causa de um acordo feito entre as duas partes durante a negociação - que também envolveu Alexandre Pato.

Jadson fará falta ao Corinthians no clássico? Comente com outros leitores

Diante do impasse, o treinador corintiano terá a missão de encontrar o substituto ideal para o seu camisa 10 nestes três dias que antecedem o duelo contra o São Paulo. Mano Menezes, no entanto, prefere fazer mistério com relação à possível escalação. De acordo com o comandante, que tem três opções para o setor, a equipe será definida apenas nos treinamentos de sexta ou sábado, algo que vem se tornando rotineiro no Parque São Jorge.

Leia mais: Jadson comemora chegada ao Corinthians com gols e sequência de jogos

"Eu vou decidir o substituto do Jadson na sexta ou no sábado. Vai depender exatamente daquilo que a gente quer, pois tenho que me preocupar na manutenção do rendimento da equipe. O Renato Augusto, o Emerson e o Danilo podem fazer a função que o Jadson está fazendo. Com características mais diferentes para o Emerson, que teria que alterar o esquema da equipe, e menos diferente para Danilo e Renato Augusto", explicou Mano Menezes.

Nesta quarta-feira, com a goleada por 4 a 0 sobre o Linense , o treinador aproveitou a fragilidade do adversário para testar os prováveis substitutos. Mesmo sem tirar Jadson de campo, Mano Menezes colocou os três jogadores, que fizeram funções diferentes. Emerson jogou como atacante, Danilo ajudou na marcação, enquanto Renato Augusto compôs a linha de três volantes, algo que vem sido adotado pelo técnico nesta sequência de resultado positivos.

Jadson comemora um dos gols que marcou na vitória sobre o Linense pelo Paulistão
Gazeta Press
Jadson comemora um dos gols que marcou na vitória sobre o Linense pelo Paulistão


Mesmo que nenhum dos três tenha agradado o treinador, uma coisa já foi definida: o Corinthians não pagará a multa para ter Jadson em campo. "O futebol é incrível. Eu tive uma passagem no Flamengo e a gente pagou uma multa para jogar o Marcelo Moreno contra o Grêmio. O resultado foi péssimo, perdemos o jogo, e fomos criticados por isso. Eu acredito bastante no grupo e a maior demonstração de confiança seria deixar o Jadson fora do clássico", completou Mano Menezes.

Jadson fica só na torcida

O jogador também comentou a sua ausência no clássico do final de semana. "Isso foi um acordo entre os clubes, mas fico triste de não poder atuar justamente agora, que eu tenho uma sequência boa de jogos. Minha vontade era jogar, mas paciência. Vou torcer pelos meus companheiros, pois a equipe cresceu muito de produção e tem totais condições de derrotar o São Paulo", explicou Jadson, chateado por não conseguir encarar o seu ex-clube.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Paulista

Mando ainda faz elogios e ressalta a confiança no restante do elenco para o duelo. "Eu prefiro não contar com ele somente no clássico e contar com ele nos outros jogos, porque, desde que chegou, a equipe cresceu, e certamente isso tem relação com a sua produção, já que o time não tinha ninguém com as suas características. Mas eu confio muito em nosso grupo, tenho certeza que vamos encontrar a solução para encara o São Paulo", projetou Mano Menezes.

Já com relação ao acordo feito entre os dois clubes na negociação de Jadson, o comandante preferiu evitar qualquer polêmica. Ciente da multa que o Corinthians teria que pagar caso colocasse o seu jogador em campo neste domingo, Mano Menezes preferiu apenas aceitar a situação. "O que é acordado tem que ser cumprido. Se você estabelece uma multa, quem descumpre tem que pagar".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.