Fifa abriu inscrições para as federações que desejam sediar a competição em 2017 e 2018

Depois de 17 anos, o Mundial de Clubes pode voltar a ser disputado na América do Sul. Nesta quinta-feira, a Fifa abriu inscrições para as federações que desejam sediar a competição em 2017 e 2018. E, de acordo com o jornal La Nación , a Associação do Futebol Argentino (AFA) estuda apresentar uma proposta formal para organizar o evento.

Até o momento, a Argentina é o único país que manifestou desejo em receber o Mundial de Clubes. A competição funcionaria como um teste para o país que, segundo o jornal, tem projeto de receber a Copa do Mundo em 2030, dividindo a sede com o vizinho Uruguai.

Leia também: Por Copa do Mundo de 2030, Argentina e Uruguai criam comissão

Caso seja escolhida como sede das duas edições do torneio, a Federação Argentina de Futebol pode dividir o palco da final entre o Monumental de Núñez, do River Plate, e a Bombonera, do Boca Juniors. Além disso, o campeão nacional se classificaria automaticamente para o Mundial, como representante do país-sede.

Em 2000, o primeiro Mundial de Clubes organizado pela Fifa foi realizado no Brasil, com o Corinthians, então campeão nacional, representando o Brasil. Sem conseguir emplacar o projeto novamente por alguns anos, a Fifa só voltaria a realizar a competição a partir de 2005, já no Japão. Em 2009 e 2010, o torneio aconteceu nos Emirados Árabes, voltando ao Japão nos anos seguintes. Em 2013, assim como será em 2014, a competição passou pelo Marrocos e deve voltar a terras nipônicas no biênio 2015 e 2016.

Caso mais de um país se candidate a receber o Mundial, a Fifa deve realizar uma votação interna para definir a sede de 2017 e 2018.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.