Tamanho do texto

Atuando com reservas, time de Marcelo Oliveira goleia e chega aos 23 pontos no Campeonato Mineiro

O time do Cruzeiro que foi até Muriaé era de reservas, mas o futebol apresentado não. O técnico Marcelo Oliveira não escalou nenhum titular no jogo desta quarta-feira de cinzas, contra o Nacional. Mesmo assim, a equipe não teve problemas para golear por 4 a 1.

O primeiro gol do jogo foi anotado por Iuri Oliveira, que jogou contra o próprio patrimônio após cruzamento de Elber, marcando gol contra para o Cruzeiro. O segundo gol do time da capital foi marcado por Marlone, que aproveitou rebote do goleiro João Carlos. No segundo tempo, Willian e Souza também marcaram, com Patrick anotando o tento de honra do Nacional. Com o resultado, a equipe chega aos 23 pontos, na liderança isolada do Mineiro.

Na sequência do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro recebe o Tupi, no próximo sábado, no Mineirão. Já o Nacional terá um dia a mais de preparação para poder medir forças contra a URT, de Patos de Minas, partida confirmada para o estádio Soares de Azevedo, em Muriaé.

O jogo

Mesmo atuando com uma formação reserva, o Cruzeiro dominou as ações desde o início de jogo. A Raposa sentiu um pouco a falta de entrosamento, mas a qualidade técnica dos atletas foi suficiente para superar as dificuldades. A valorização da posse de bola, a inversão de jogadas entre os lados do campo e muita movimentação foram as principais armas da equipe celeste.

Já no Nacional, o time de Muriaé se esforçou para diminuir os espaços do Cruzeiro e procurou explorar os contra-ataques. A estratégia funcionou somente até os dez minutos, quando Elber ganhou da zaga na velocidade, chegou à linha de fundo e tentou o cruzamento para a área, a bola desviou em Iuri Oliveira e foi morrer no fundo das redes de João Carlos, gol contra em favor dos cruzeirenses.Em desvantagem no placar, o time da casa passou a agredir um pouco mais, o que deu espaços para o Cruzeiro, gerando uma partida bastante movimentada em Muriaé. O posicionamento dos atletas celestes, pressionando a saída de bola do Nacional, dificultou muito a vida da equipe do técnico Marcelo Cabo, que cobrou mais capricho dos jogadores no passe, mas erros continuaram em todo o primeiro tempo.

Quando chegou ao ataque, faltou tranquilidade para o Nacional, que arriscou muito tiros sem direção ou com pouca força contra a meta de Elisson. Aos 32, quando o time de Muriaé encaixou uma boa trama ofensiva, e teve a calma necessária, quase empatou com Júnior Lemos, mas Elisson evitou o gol. Na jogada seguinte, o Cruzeiro ampliou o placar com um contra-ataque fulminante que terminou nos pés de Marlone, que marcou pela primeira vez com a camisa cruzeirense.

Com as rédeas do confronto, a Raposa seguiu melhor na partida, criando chances de dilatar o marcador a todo o momento, deixando a zaga do Nacional totalmente sem rumo. Na volta para a etapa final, Marcelo Cabo deixou o time mais ofensivo com a entrada de atacantes, que receberam poucas bolas e tiveram que recuar muito para participar do jogo.

Além de chegar ao ataque envolvendo o adversário, o time do Cruzeiro mostrou que tem muitos recursos para serem usados durante uma partida. Um deles é a bola parada. Aos 13, Souza cobrou falta com violência é obrigou João Carlos a se esticar todo para evitar o dilatamento do marcador na Zona da Mata mineira.

Três minutos depois, Elber deu assistência para Willian, que livre dentro da área fuzilou a meta do Nacional, explodindo o estádio Soares de Azevedo em alegria azul e branca. Mesmo com o jogo praticamente decidido, o Cruzeiro manteve o ritmo e seguiu jogando com a mesma intensidade.

Para não deixar o torcedor de Muriaé sem comemorar um gol da equipe da casa, Patrick tratou de resolver o problema. Aos 25, o jogador cobrou falta, a bola desviou na barreira e morreu nas redes de Elisson. Aos 27, a resposta da Raposa. Marlone foi derrubado dentro da área, o árbitro marcou o pênalti, que foi convertido por Souza deslocando o goleiro com grande categoria para fechar o placar com goleada.

FICHA TÉCNICA - NACIONAL 1 X 4 CRUZEIRO
Local:
Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé (MG)
Data: 05 de março de 2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wanderson Alves de Souza (CBF/FMF)
Assistentes: Celso Luiz da Silva (CBF/FMF) e Júnior Antônio da Silva (FMF)
Cartões amarelos: (Nacional) Américo (Cruzeiro) Tinga, Willian

Gols
NACIONAL: Patrick, aos 25 minutos do segundo tempo
CRUZEIRO: Iuri Oliveira, contra, aos dez e Marlone, aos 33 minutos do primeiro tempo; Willian, aos 16 e Souza, aos 27 minutos do segundo tempo

NACIONAL: João Carlos; Fabrício, Xandão, Américo e Badé (Patrick); Marcão, Iuri Oliveira, Léo Medeiros (Danilo), Alexandre (Guilherme) e Júnior Lemos; Luizão
Técnico: Marcelo Cabo

CRUZEIRO: Elisson; Mayke (Willian Farias), Léo, Wallace e Luan; Souza, Henrique, Tinga (Samudio) e Marlone; Elber e Willian (Alisson)
Técnico: Marcelo Oliveira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.