"Ele está muito bem, impressionando no empenho, no tempo de jogo e na qualidade", elogia João Paulo de Jesus Lopes

Pato durante treino físico no São Paulo
Site Oficial/saopaulofc.net
Pato durante treino físico no São Paulo

O desempenho do atacante Alexandre Pato nos treinos está deixando a diretoria do São Paulo esperançosa por uma boa trajetória com a camisa do clube. Depois de ter visto o atleta marcar quatro gols na atividade da tarde de segunda-feira, o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, manifestou seu entusiasmo com o atleta.

O que espera de Pato no São Paulo? Comente com outros leitores

"Ele está muito bem, impressionando no empenho, no tempo de jogo e na qualidade. Está fazendo muita força e treinando bastante. É um profissional exemplar", afirmou o dirigente.

Leia mais: Pato se destaca e marca quatro gols em treino superlotado no São Paulo

Pato chegou ao São Paulo na segunda semana de fevereiro, emprestado pelo Corinthians até o fim de 2015, em negociação que levou o meia Jadson do Morumbi para o Parque São Jorge. O atacante só não pôde estrear ainda pelo Tricolor porque já ultrapassou o limite de jogos no Paulistão por sua ex-equipe.

Assim, o atleta deve disputar sua primeira partida na estreia do São Paulo na Copa do Brasil, diante do CSA, na próxima semana. "Dia 12 está chegando...", afirmou Jesus Lopes, ansioso ao citar a data do debute do atacante.

E ambém : Volante do São Paulo foca liderança e ignora possível ajuda ao Corinthians

Enquanto isso, Jadson já defende o Corinthians, pois havia disputado apenas um compromisso pelo São Paulo neste Paulistão. No entanto, o vice-presidente de futebol são-paulino não acredita na presença do meio-campista no clássico de domingo, já que o Alvinegro teria de pagar uma alta multa para escalá-lo contra o Tricolor. Da mesma forma, Pato não poderá enfrentar o ex-clube no Brasileirão sem uma compensação financeira.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Paulista

"A multa é uma intenção de ambas as partes para que não joguem, mas não falo o valor. Não é um pensamento de não reforçar o adversário, mas, quando joga nestas circunstâncias, o profissional é pressionado pela torcida e quer mostrar que é um grande jogador para seu ex-time. Isso pode gerar lesão, enfrentamento...", justifica Jesus Lopes.

Depois de duelar com o Grêmio Osasco Audax, na noite de quarta-feira, o São Paulo terá pela frente do Corinthians, no domingo, no Pacaembu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.