Autor de dois gols, meia comanda vitória da equipe, que chega a oito pontos e assume liderança do hexagonal final

O Clássico dos Clássicos, disputado nesta quinta-feira, em partida atrasada da rodada inaugural do Campeonato Pernambucano, teve nome e sobrenome: Pedro Carmona. O camisa 10 marcou os gols da vitória do Náutico sobre o Sport, na Arena Pernambuco, pelo placar de 2 a 1. Éwerton Páscoa descontou para o Rubro-Negro. Com o resultado, o Timbu assume a liderança do hexagonal final, com oito pontos, ultrapassando o Leão por uma unidade.

Pedro Carmona comemora gol do Náutico
Ademar Filho/Futura Press
Pedro Carmona comemora gol do Náutico

Na próxima rodada, os comandados de Lisca medem forças com o Salgueiro, na Arena Pernambuco. O duelo diante do Carcará do Sertão está marcado para a próxima quarta-feira, às 22 horas (de Brasília). Por sua vez, a equipe de Eduardo Baptista terá pela frente o Santa Cruz, na quinta-feira, às 20h30, na Ilha do Retiro.

O jogo

Logo aos oito minutos da primeira etapa, Pedro Carmona deu seu cartão de visitas, inaugurando o placar para o Náutico. O camisa 10 recebeu um passe preciso de Marcos Vinícius e finalizou cruzado, de canhota, para vencer o experiente goleiro Magrão.

Após criar boas chances no decorrer da etapa inaugural, com Neto Baiano, o Sport empatou a partida aos três minutos do tempo complementar. Aproveitando boa assistência de Renê, Ewerton Páscoa demonstrou oportunismo ao dominar e ter calma para deslocar o goleiro Alessandro, que ficou vendido no lance. No minuto seguinte, Felipe Azevedo perdeu a chance de virar o placar, mas finalizou pela linha de fundo.

Porém, com 26 jogados, Pedro Carmona brilhou novamente e deu números finais ao placar. Após ser acionado na ponta esquerda, Paulo Júnior dribla Patric e encontra o camisa 10, que finaliza de perna direita para dar a vitória ao Náutico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.