Tamanho do texto

Gol do atacante Soares decretou vitória por 1 a 0 e derrubou o último invicto do Campeonato Gaúcho

Alan Patrick sofre marcação dupla do Veranópolis
Edu Andrade/Fatopress/Gazeta Press
Alan Patrick sofre marcação dupla do Veranópolis

Caiu o último invicto do Gauchão. Com um gol do atacante Soares, o Veranópolis quebrou a invencibilidade do Internacional neste domingo, ganhando por 1 a 0 no Estádio Antônio David Farina. A partida marcou a estreia do goleiro Dida pelo time de Porto Alegre.

O Veranópolis começou melhor e abriu o placar logo aos 13 minutos, dando sequência a um primeiro tempo bastante equilibrado. No segundo, o Inter pressionou o tempo todo. O time da Serra limitou-se a defender a vantagem, mas o fez com competência, garantindo a vitória.

Com o resultado, o Veranópolis vai a 19 pontos, na vice-liderança do Grupo A, contra 25 do Inter, que é o líder. O VEC recebe agora o Juventude no Antônio David Farina, sábado, enquanto o Coloardo pega o Brasil de Pelotas no Beira-Rio, na quarta-feira.

A primeira etapa foi equilibrada. A primeira chance foi do Veranópolis: aos 6 minutos, George levantou na área, Léo desviou e Dida, estreante da tarde, tirou de tapinha. Dois minutos depois, o Inter respondeu em passe excelente de Alan Patrick para Augusto, que invadiu a área e chutou para grande defesa de César. O Veranópolis abriu o placar aos 13, novamente na bola parada de George. Desta vez, cobrou escanteio na cabeça de Soares, que fez 1 a 0.

Aos 16, um lance polêmico: Alan Ruschel invadiu a área pela esquerda e caiu após contato com jogador do Veranópolis, mas o árbitro Francisco Silva Neto não marcou o pênalti. O time da casa quase ampliou aos 19: Juba entortou João Afonso a dribles, deixando o volante colorado estatelado no chão, arrematou de direita e chutou para fora, quase marcando um golaço.

O jogo, então, caiu de ritmo. O Veranópolis só chegou de novo aos 36, quando Eduardinho invadiu a área do Inter e chutou para fora. O Colorado quase empatou aos 38: Ernando cabeceou após escanteio, o goleiro César deu rebote e Wellington Paulista chegou de carrinho, mas César segurou firme. O Inter ainda teria nova boa chegada antes do intervalo: aos 44, César defendeu com dificuldade um chute forte de Otávio de fora da área.

Com Caio no lugar de Valdívia, o Inter voltou disposto a empatar. Logo no primeiro minuto, Otávio recebeu de Alan Patrick e chutou para boa defesa de César. Aos 6, o zagueiro Douglas Assis afastou o perigo após a bola quicar na pequena área em cruzamento de Cláudio Winck. Aos 20, Wellington Paulista entrou livre na área, mas em vez de chutar tentou o passe, facilitando o corte da zaga do VEC.

A pressão ficou cada vez mais forte, e o jogo passou a ser de meia-linha, com o Veranópolis todo fechado em sua defesa para tentar segurar a vitória. Aos 24, Cláudio Winck recebeu cruzamento na área e cabeceou raspando a trave. A seguir, Caio chutou no travessão após receber cruzamento. Em um raro contragolpe, o time mandante quase fez o segundo com Juba, que tentou encobrir Dida, mas pegou mal na bola.

FICHA TÉCNICA
VERANÓPOLIS 1 x 0 INTERNACIONAL

Local: Estádio Antônio David Farina, em Veranópolis (RS)
Data: 23 de fevereiro de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Francisco Silva Neto
Assistentes: Júlio César dos Santos e Charles Lorenzetti
Cartão amarelo: Glauber, Éder e César (Veranópolis); João Afonso e Ernando (Internacional)
Gol: VERANÓPOLIS: Soares, aos 13 minutos do primeiro tempo

VERANÓPOLIS: César; George, Léo Dagostini, Douglas Assis e Romano; Glauber, Éder (Juninho), Eduardinho e Soares (Tiago Gasparetto); Lê e Juba (Carlos Henrique)
Técnico: Julinho Camargo

INTERNACIONAL: Dida; Cláudio Winck (Aylon), Alan, Ernando e Alan Ruschel; João Afonso (Eduardo Sasha), Augusto, Valdívia (Caio), Alan Patrick e Otávio; Wellington Paulista
Técnico: Abel Braga

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.