Tamanho do texto

Clube alemão é um dos fundadores da Bundesliga e está ameaçado de cair para segunda divisão pela primeira vez

O único time que disputou todas as 51 edições da Bundesliga até aqui é o Hamburgo, tradicional clube do norte do país e que já conquistou o Campeonato Alemão neste formato em três oportunidades (1979, 1982 e 1983). Porém, a equipe pode perder esse status e a ameaça real do primeiro rebaixamento da sua história é responsável pela crise sem precedentes que se instalou na Imtech Arena.

Confira a classificação, jogos e notícias sobre o Campeonato Alemão

Hamburgo está bem perto do primeiro rebaixamento da sua história
Alliance Picture
Hamburgo está bem perto do primeiro rebaixamento da sua história

O Hamburgo ocupa a 17ª e penúltima colocação na tabela de classificação, apenas um ponto à frente do lanterna Braunschweig. Os dois piores times caem direto, enquanto o antepenúltimo colocado ainda joga um playoff de rebaixamento contra o terceiro colocado da segunda divisão.

A pior colocação final do HSV em toda história foi a 15ª posição na temporada 2011/2012. No ano passado, a equipe terminou a Bundesliga em sétimo, chegando a brigar por vaga na Champions League até as rodadas finais.

Além do Hamburgo, o Bayern de Munique também nunca foi rebaixado. Entretanto, os Bávaros não participaram da primeira edição da Bundesliga, em 1963/1964, porque o comitê organizador achou melhor não colocar dois times de uma mesma cidade na disputa, sendo que o Munique 1860 já estava confirmado por ter vencido a Oberliga regional, uma espécie de torneio estadual - o Bayern foi o terceiro colocado naquela ocasião.

Crise atual

Torcedores do Hamburgo tentam agredir o meia holandês Rafael Van der Vaart
Bild/Reprodução
Torcedores do Hamburgo tentam agredir o meia holandês Rafael Van der Vaart

A última vitória do Hamburgo dentro da Budesliga aconteceu em 24 de novembro de 2013. De lá para cá, o time já acumula oito jogos sem vencer, com um empate e sete derrotas consecutivas - a última delas justamente diante do lanterna, o Braunschweig.

Este revés, inclusive, foi a gota d'água para diretoria do HSV, que demitiu o técnico holandês Bert van Marwijk, vice-campeão da Copa de 2010 com a seleção da Holanda. O clube tentou contratar Felix Magath, mas o treinador rejeitou a missão de tentar salvar o time do rebaixamento. Nesta semana, o técnico Mirko Slomka foi contratado.

Leia mais notícias e opiniões de futebol germânico no Blog do Alemão

Antes disso, os jogadores haviam sido vítimas de agressão por parte de alguns torcedores, que ficaram irritados com a derrota por 3 a 0 contra o Hertha Berlim, em casa. Após a partida, cerca de 350 torcedores se aglomeraram na frente da Imtech Arena, atirando ovos, isqueiro e maçãs em direção aos atletas.

Os vândalos ainda depredaram carros de alguns profissionais, como os de Ola John, Tolgay Arslan e do então técnico Bert van Marwijk. O atacante Jacques Zoua chegou a ter uma crise de choro com a situação no local, enquanto o meia holandês Rafael van der Vaart, principal estrela do time, foi alvo de xingamentos.

Esperança?

Mirko Slomka, novo técnico do Hamburgo
Site oficial
Mirko Slomka, novo técnico do Hamburgo

O novo técnico Mirko Slomka chegou e mostrou confiança em evitar o rebaixamento histórico do Hamburgo. "Eu não estou preocupado com a questão segunda divisão. Mas seria ingênuo não pensar na 2.Bundesliga", admitiu o comandante, que admitiu planos ambiciosos para próxima temporada, considerando a salvação.

"Eu confio na equipe. O Hamburgo deve estar entre os cinco melhores times da Alemanha e é nisso que vamos focar", completou Slomka.

A estreia do treinador será na próxima rodada da Bundesliga, a 22ª, diante do Borussia Dortmund, em casa. No jogo seguinte, o Hamburgo encara Werder Bremen, seu maior rival dentro da Alemanha, no clássico do norte. O jogo será no campo do adversário. Duas derrotas nesses dois difíceis duelos podem agravar ainda mais a crise no Hamburgo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.