Até agora, dezenas de mortos e centenas de feridos foram registradas na capital Kiev; Dínamo e Dnipro entraram em campo pela Liga Europa

Times ucranianos, o Dínamo de Kiev e o Dnipro entraram em campo pela Liga Europa na tarde desta quinta-feira, mas não conseguiram se esquecer da situação pela qual seu país passa. Até agora, dezenas de mortos e centenas de feridos foram registradas na capital ucraniana.

Jogadores do Dínamo de Kiev fizeram um minuto de silêncio antes de jogo com o Valencia pela Liga Europa
(AP Photo/Philippos Christou
Jogadores do Dínamo de Kiev fizeram um minuto de silêncio antes de jogo com o Valencia pela Liga Europa

Insatisfeitos com o presidente Viktor Ianukovich, suspeito de enriquecimento ilícito, manifestantes tomaram a Maidan Nezalezhnosti (Praça da Independência de Kiev), onde travam batalha sangrenta com a Polícia, autorizada a usar armas de fogo.

Durante o jogo entre Dínamo de Kiev e Valencia, transferido para o Chipre por motivos de segurança, jogadores da equipe ucraniana usaram uma braçadeira preta, sinalizando luto pelas vítimas dos confrontos. Os espanhóis acabaram vencendo por 2 a 0, com um gol do chileno Vargas, ex-Grêmio.

Este gesto se repetiu na partida entre Dnipro e Tottenham, em que todos os atletas se abraçaram e fizeram um minuto de silêncio antes do apito inicial. Dentro de campo, o time de Paulinho, ex-Corinthians, foi derrotado por 1 a 0, com gol de pênalti dos mandantes no fim.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.