Tamanho do texto

Atacante fez seu primeiro gol pelo novo clube diante do Atlético Sorocaba, na Vila Belmiro

Em uma Vila Belmiro bastante esvaziada, a torcida, enfim, viu a sua principal contratação, Leandro Damião, marcar pela primeira vez com a camisa do Santos , e no sufoco comemorou o gol de Cícero de cabeça, já nos acréscimos, na vitória de 2 a 1 diante do Atlético Sorocaba, em partida válida pela nona rodada do Campeonato Paulista. O atacante Danilo Alves descontou para os visitantes, que tem uma das piores campanhas da competição.

Leandro Damião se emociona ao comemorar seu primeiro gol pelo Santos
Fernando Dantas/Gazeta Press
Leandro Damião se emociona ao comemorar seu primeiro gol pelo Santos


O goleiro Deola foi um dos destaques do primeiro tempo, com pelo menos três ótimas defesas, que impediram o Santos de abrir o marcador, logo na primeira parcial. O time da casa voltou melhor no intervalo, com a entrada de Gabriel no lugar de Leandrinho, mas pecou nas finalizações e viu o time de Sorocaba empatar a partida. Porém, nos acréscimos, novamente o meia Cícero apareceu e livrou a equipe de vaias na Vila Belmiro. Foi o quarto gol dele na competição.

O Santos, sob o comando de Oswaldo de Oliveira, chegou à sétima vitória na competição, subiu aos 22 pontos e mantém a liderança isolada do Grupo C do Campeonato Paulista. 

Já o Atlético de Sorocaba, dirigido pelo técnico Roberto Cavalo, segue na lanterna do Grupo A com apenas cinco pontos. O time do interior possui apenas uma vitória na competição, além de um empate e seis derrotas. Desde o comando do novo treinador, tem crescido na competição e na próxima rodada tem confronto direto na luta pela permanência na série A.

Na próxima rodada, o Santos terá pela frente o clássico diante do São Paulo, no próximo domingo, 23, às 16h (de Brasília), no Morumbi. Já o Atlético Sorocaba viaja até Jundiaí para enfrentar o Paulista, no Estádio Jaime Cintra, também no domingo, só que às 18h30, em confronto direto pela fuga do rebaixamento.

A partida começou truncada, porém com um domínio maior do Santos, que não recebia um bom público na Vila Belmiro. A primeira grande oportunidade aconteceu logo aos dois minutos de jogo. Após cruzamento da direita de Thiago Ribeiro, o atacante Leandro Damião apareceu sozinho e cabeceou firme no canto do gol. O goleiro Deola fez uma boa defesa, impedindo o primeiro gol do camisa 9.

O Santos era melhor e continuava pressionando. Aos cinco minutos, com o lateral-direito Cicinho novamente quase abriu o placar. Ele invadiu a área e bateu forte, só que na rede do lado de fora. A resposta do Atlético Sorocaba veio aos oito, com o lateral-esquerdo Matheus, que na tentativa de cruzar, quase acabou surpreendendo Aranha e iria fazer um golaço na Vila.

Aos 27 minutos, Geuvânio achou Thiago Ribeiro sozinho na área. O atacante santista girou em cima do zagueiro, porém bateu fraco e a bola saiu a esquerda das traves defendidas por Deola. Depois aos 35, o goleiro emprestado pelo Palmeiras salvou novamente o time visitante, após espalmar uma cabeçada "a queima roupa" do meia Cícero.

Nos cruzamentos longos, o Santos chegava com perigo ao gol do Atlético Sorocaba. Aos 43 minutos, mais um lançamento, desta vez de Leandrinho para área sorocabana. Cícero subiu mais alto que os defensores rivais e cabeceou raspando na bola, para mais uma excelente defesa de Deola, que de longe era o melhor jogador da partida.

Na volta do intervalo, Oswaldo de Oliveira colocou o time para frente e tirou Leandrinho e colocou Gabriel. E a mudança fez efeito, logo no primeiro ataque, Cicinho cruzou da direita, Geuvânio pegou mal na orelha da bola, e a mesma acabou sobrando para Leandro Damião, que completou de cabeça para o gol vazio.

Novamente pela direita, o Santos chegou com perigo. Aos 18 minutos, Cicinho cruzou na medida para Thiago Ribeiro, que meio de canela e tornozelo pegou sem jeito e a bola acabou passando raspando a trave de Deola. O Peixe dominava a segunda parcial e não dava chances para o Atlético Sorocaba reagir na partida, porém não concretizava as finalizações em gol.

Aos 24 minutos, mais uma oportunidade desperdiçada pelo ataque do Santos, desta vez nos pés de Gabriel, que recebeu livre na entrada da área e chutou com perigo no canto esquerdo de Deola. O castigo veio no minuto seguinte com Danilo Alves. O centroavante recebeu a bola, driblou a zaga santista e bateu forte no gol, e após desvio do zagueiro Neto, viu a bola entrar lentamente nas traves defendidas por Aranha.

O gol motivou o Atlético Sorocaba, que perdeu uma chance incrível de ampliar o marcador. O lateral direito Ivan, aproveitou nova falha defensiva do Santos e apareceu livre na entrada da área, o jogador driblou Aranha, porém se precipitou e chutou para fora, com a bola ainda batendo na parte de fora da trave direita.

Aos 35 minutos, rápido contra-ataque do time visitante. O atacante Anderson, que entrou bem na partida, fez fila na zaga defensiva do Santos, e só parou após boa defesa de Aranha com os pés, que impediu a virada do Atlético Sorocaba, em plena Vila Belmiro.

Já nos acréscimos, quando a torcida santista vaiava o time, a equipe do Peixe chegou ao gol da vitória, após cabeçada de Cícero, que se tornou o artilheiro da equipe com quatro gols marcados.

FICHA TÉCNICA -  SANTOS 2 X 1 ATLÉTICO DE SOROCABA
Local:
Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 20 de fevereiro de 2013 (quinta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Assistentes: João Edilson de Andrade e Maiza Teles Paiva
Cartões Amarelos: Thiago Ribeiro, Rildo e Jubal (Santos); Danilo Alves (Atlético Sorocaba)

GOLS
SANTOS: Leandro Damião, um minuto do segundo tempo e Cícero, aos 46 do segundo tempo.
ATLÉTICO DE SOROCABA: Danilo Almeida, aos 25 minutos do segundo tempo.

SANTOS: Aranha, Cicinho, Jubal, Neto e Mena; Arouca, Leandrinho (Gabriel) e Cícero; Geuvânio (Rildo), Thiago Ribeiro e Leandro Damião (Stéfano Yuri)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

ATLÉTICO SOROCABA: Deola; Ivan, Thiago Costa, Danilo, João Paulo e Matheus; Fernando, Marcinho (Anderson Costa) e Douglas Packer (Boquita); Michel e Danilo Almeida (Ewerthon)
Técnico: Roberto Cavalo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.