Meia alemão perdeu um pênalti na derrota do Arsenal para o Bayern de Munique e as críticas da torcida aumentaram

Ozil perdeu pênalti na derrota do Arsenal por 2 a 0 para o Bayern de Munique
Alastair Grant/AP
Ozil perdeu pênalti na derrota do Arsenal por 2 a 0 para o Bayern de Munique

Atleta mais caro da história do Arsenal, Mesut Ozil impressionou os torcedores do clube londrino em seus primeiros jogos, mas tem sofrido criticas por seu desempenho nas partidas mais recentes. Destaque da seleção alemã na última década, o meio-campista Michael Ballack defendeu seu compatriota e afirmou que o problema pode estar no relacionamento com elenco comandado pelo treinador Arsene Wenger.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Ozil parece perdido em campo. Quando ele chegou ao time, as expectativas eram muito altas devido à sua qualidade. Ele esteve bem nos primeiros jogos e parecia se sentir confortável. Com as qualidades que têm, Ozil deveria ser intocável no Arsenal. No entanto, parece que não foi bem aceito por seus companheiros", afirmou o ex-jogador em entrevista ao jornal britânico Daily Star .

Ballack, ex-jogador alemão
Getty Images
Ballack, ex-jogador alemão

Contratado em negociação com Real Madrid por 50 milhões de euros (aproximadamente R$162,6 milhões) em setembro do último ano, Ozil já disputou 32 partidas pela equipe londrina, sendo 29 como titular, e marcou cinco gols. Principal responsável pelo setor de armação do time inglês, o atleta teve atuações ruins em jogos importantes, como na goleada por 5 a 1 sofrida diante do Liverpool, no dia 8 deste mês.

Nesta quarta-feira, Ozil teve desempenho determinante na derrota do Arsenal por 2 a 0 diante do Bayern de Munique, no Emirates Stadium, em partida válida pela ida das oitava de final da Liga dos Campeões da Europa. Quando o placar ainda marcava 0 a 0, o meio-campista alemão desperdiçou cobrança de pênalti, que acabou defendido por Manuel Neuer.

"Ele partiu muito devagar para a bola. Era possível perceber que ele não estava confiante", encerrou Michael Ballack, que atuou no futebol inglês entre 2006 e 2010, quando defendeu o Chelsea.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.