Tamanho do texto

Destaque na goleada diante do URT ao marcar um dos gols, atacante recebeu elogios do novo técnico do time mineiro

Guilherme sofre com a marcação da Tombense
Bruno Cantini/Futura Press
Guilherme sofre com a marcação da Tombense

Os reservas do Atlético-MG tiveram uma boa atuação coletiva na goleada em cima da URT por 5 a 0, em Patos de Minas, mas o grande destaque individual da partida foi o meia-atacante Guilherme, que marcou um dos gols e criou várias jogadas para os companheiros, ganhando elogios, inclusive, do técnico Paulo Autuori.

O treinador rasgou elogios à qualidade técnica de Guilherme e se mostrou admirado pelo futebol do jogador. "O Guilherme é um grande jogador. Tecnicamente é o melhor que existe. Tem uma capacidade muito grande. Tenho muita confiança e admiração pelo futebol dele. Acho que todos foram bem", declarou.

Logo após jogo, Guilherme deu declarações afirmando que conseguiu atuar bem porque jogou da maneira que gosta, ou seja, do meio-campo para a frente, praticamente como atacante. O atleta lembra que a melhor fase da carreira foi atuando de forma avançada, e espera ter mais chances de atuar desta maneira no Atlético-MG.

"Eu sempre fui atacante. Na infância, na base, o surgimento no rival (Cruzeiro) foi no ataque. Mas algumas circunstâncias me levaram sempre para o meio de campo no Atlético-MG. Tinha o esquema tático do Cuca. Aí fui administrando isso, com garra, indo bem em alguns jogos, titubeando em outros... Hoje tenho um treinador que me conhece bem, sabe onde posso render. Do meio para a frente é mais gostoso, onde eu gosto de jogar e fazer gols", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.