Real Garcilaso, algoz do Cruzeiro, perdeu por 4 a 1 para o Defensor. Já o León ficou no empate por 1 a 1 com o Bolívar

Na rodada seguinte à vitória sobre o Cruzeiro e aos atos de racismo contra o meio-campista Tinga, o Real Garcilaso acabou derrotado de forma contundente. O time peruano foi ao Uruguai para enfrentar o Defensor Sporting na noite desta quarta-feira e sofreu uma derrota por 4 a 1.

Apesar do resultado negativo, o Garcilaso saiu na frente no marcador. O gol foi marcado por Alfredo Sebastián Ramúa, expulso no segundo tempo. Pelo Defensor Sporting, anotaram Nicolás Correa, Felipe Gedóz e Andrés Nicolás Olivera (2).

O time uruguaio passou a somar os mesmos 3 pontos do próprio Real Garcilaso e da Universidad de Chile, sua algoz na primeira rodada, no grupo 5 da Copa Libertadores da América. Na terça-feira, a equipe chilena irá ao Mineirão para jogar contra o Cruzeiro, que ainda não pontuou.Também nesta quarta-feira, um time se isolou como líder da chave 7, a mesma do Flamengo. O mexicano Léon empatou com o Bolívar por 1 a 1 na Bolívia e agora computa 4 pontos, contra 3 do Emelec, do Equador. O representante brasileiro tem 0.

Apesar de seguir invicto na Libertadores, o León ficou perto de conseguir um resultado melhor. Os mexicanos saíram na frente do Bolívar com gol do atacante argentino Mauro Boselli logo aos quatro minutos, porém o uruguaio William Ferreira igualou para os donos da casa aos 22 da etapa final.

No outro jogo do torneio continental realizado nesta quarta-feira, o O’Higgins derrotou o Deportivo Cali por 1 a 0 no Chile, com gol de Yerson Opazo, aos 38 minutos do segundo tempo. O time chileno totaliza 4 pontos e é o primeiro colocado do grupo 3, seguido pelo colombiano, com 3.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.