Tamanho do texto

Criciúma tem 11 pontos e entra na zona de classificação, no terceiro lugar. Já a Chapecoense tem nove pontos e segue fora

Depois de duas partidas sem vitórias no Campeonato Catarinense, o Criciúma se recuperou na tarde deste domingo com uma vitória por 2 a 1 sobre a Chapecoense , no estádio Heriberto Hulse. O destaque do jogo foi o golaço marcado por Lulinha, que abriu o placar para o time da casa em um belo lance de bicicleta.

A equipe visitante ainda reagiu, com gol de Fabiano, mas Serginho aproveitou rebote de pênalti perdido por Paulo Baier para assegurar o triunfo, que coloca o Criciúma com 11 pontos, entrando na zona de classificação, no terceiro lugar. Já a Chapecoense tem nove pontos, fora da área de avanço.

Jogadores do Criciúma comemora gol de Lulinha sobra a Chapecoense
Fernando Ribeiro/Futura Press
Jogadores do Criciúma comemora gol de Lulinha sobra a Chapecoense

O jogo

O Criciúma começou melhor a partida, e Paulo Baier quase marcou em chute de primeira, dentro da área, depois de cruzamento de Everton, mas a bola passou por cima do gol. Pouco depois, em nova jogada com participação de Baier, Fabiano e Ricardinho disputaram na área, e a bola acertou a trave da Chapecoense.

Na resposta dos visitantes, Bergson arriscou de fora da área e viu Galatto saltar para evitar o gol. Apesar das chances de perigo no início, o gol só saiu aos 34 minutos. Paulo Baier bateu escanteio, e Rafael Donato mandou de cabeça. A bola chegou para Lulinha, que, mesmo marcado, mandou de bicicleta para marcar um golaço.

Já no início do segundo tempo, logo aos três minutos, Willian Arão bateu falta para a área e viu Fabiano desviar para balançar as redes. A partir daí, as duas equipes criaram chances na frente, mas o placar só voltou a ser alterado nos instantes finais do confronto.

O árbitro Heber Roberto Lopes marcou pênalti de Fabiano sobre Gustavo e ainda expulsou o jogador da Chapecoense. Aos 41 minutos, Paulo Baier bateu o pênalti e acertou o travessão, mas, no rebote, Serginho mandou de cabeça para as redes, sem dar chance de reação ao oponente.

Goleada do Brusque

Em outro jogo deste domingo, o Brusque não se intimidou por jogar longe de seus domínios e derrotou o Metropolitano por 4 a 1. Aldair, Ricardo Lobo e João Neto deram boa vantagem ao time de fora, enquanto Julio Zabotto descontou para os anfitriões. Porém, no fim do confronto, Rafael Bittencourt marcou mais um para os visitantes.

Com o resultado positivo, o Brusque chegou aos dez pontos e alcançou o quarto lugar, ultrapassando justamente o Metropolitano, que aparece agora na quinta colocação, com nove.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.