"Com todo respeito ao Penapolense, mas são um time pequeno e, se fosse ao contrário, não iriam gostar", disse o volante

O Santos conheceu sua primeira derrota na edição 2014 do Campeonato Paulista . O responsável pelo feito foi o time do Penapolense, comandado por velho conhecido da torcida santista, o ex-zagueiro e agora treinador Narciso. No fim do jogo, os jogadores do Alvinegro estavam mais preocupados em criticar o jogador rival do que no próprio resultado em si.

Na saída de campo, os jogadores do Santos, como Arouca e Aranha, estavam furiosos com a provocação do meia Petros, autor do terceiro gol do time de Penápolis. Após discussão com o volante santista, ele acabou sendo expulso, e, antes de se encaminhar para os vestiários, começou a agitar a torcida mandante.

Arouca, do Santos, em jogo contra o Penapolense pelo Campeonato Paulista
CÉLIO MESSIAS/Gazeta Press
Arouca, do Santos, em jogo contra o Penapolense pelo Campeonato Paulista

"Com todo respeito ao Penapolense, mas eles são uma equipe pequena e, se fosse ao contrário, não iriam gostar que fizéssemos isso. Só pedi respeito ao Santos e que ele (Petros) parasse com as provocações", afirmou Arouca, ainda no gramado.

O goleiro Aranha também criticou a atitude do meia Petros, que, para evitar confusão, saiu escoltado pela comissão técnica e pelos jogadores do Penapolense. "Na hora da empolgação é preciso ter mais respeito e humildade, porque um dia você pode jogar em um time grande e ver como as coisas realmente funcionam", ressaltou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.