Com o resultado de 0 a 0, time de Ribeirão Preto acumula cinco partidas seguidas sem vitória no Campeonato Paulista

No segundo jogo sob o comando de Vagner Benazzi, o Comercial ainda não conseguiu reagir. Em Ribeirão Preto, a equipe ficou no 0 a 0 com o São Bernardo na noite deste sábado e acumula cinco partidas seguidas sem vitória, ocupando a zona de rebaixamento do Campeonato Paulista.

O clube ribeirão-pretano, no grupo A, tem a terceira pior campanha da competição, chegando a cinco pontos. O time do ABC, por sua vez, atingiu 14 pontos e continua na zona de classificação do grupo C - segue na segunda colocação porque a Ponte Preta perdeu do Atlético Sorocaba.

O Comercial, contudo, pressionou nos minutos finais e deu trabalho ao goleiro Wilson Junior, indo à frente com diversos jogadores no ataque. Faltava aos anfitriões, entretanto, organização para transformar a intensidade em reais possibilidades de abrir o placar.

Antes de recuar para garantir mais um ponto em elogiada campanha no Campeonato Paulista, o São Bernardo deu trabalho. No primeiro tempo, chegou a acertar o travessão em cruzamento de William Favone que desviou na zaga e viu Gil desperdiçar oportunidade na pequena área de frente para o goleiro.

Tentando superar mais um resultado adverso, o Comercial volta a jogar em casa às 19h30 (de Brasília) de quinta-feira, recebendo o Paulista. No mesmo dia, mas às 21 horas, o São Bernardo também será mandante, diante do São Paulo.

FICHA TÉCNICA -  COMERCIAL 0 X 0 SÃO BERNARDO
Local:
Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 15 de fevereiro de 2014, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Assistentes: Márcio Luiz Augusto e Fábio Rogério Baesteiro
Cartões amarelos: Edson Santos e João Henrique (Comercial

COMERCIAL: Marcelo Henrique; Marcos Pimentel, Edimar, Reniê e Patrick; Xaves, Marcus Winícius, Marcone e Cassiano Bodini (Clebinho); Edson Santos e João Henrique (Rodrigo Jesus)
Técnico: Vágner Benazzi

SÃO BERNARDO: Wilson Júnior; Rafael Cruz, Luciano Castán, Fernando Lombardi e Eduardo; Dudu Lima, Marino, William Favoni (Jean Carlos) e Bady (Daniel Pereira); Careca (Elionar Bombinha) e Gil
Técnico: Edson Boaro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.