Tamanho do texto

Vitória por 2 a 0 no Couto Pereira fez a equipe ficar mais próxima dos líderes do torneio estadual

No jogo que marcou a 999ª partida da carreira de Alex, o Coritiba , com seu time principal, passou sufoco para bater o Rio Branco por 2 a 0, no Couto Pereira, e se recuperar na classificação do Campeonato Paranaense 2014. Com o resultado, o time alviverde salta, provisoriamente, para a quarta colocação, com oito pontos, dois a menos do que a equipe do litoral, vice-líder, com dez.

Alex fez o jogo 999 da carreira
Julia Abdul-Hak/Agência Eleven/Gazeta Press
Alex fez o jogo 999 da carreira

O Rio Branco não se mostrava acuado no Alto da Glória e nos primeiros movimentos tentou buscar seu espaço. Aos três minutos, Fabio lançou na área e Leandro Almeida apareceu para cortar a bola que chegava em Salatiel. Um minuto depois, Salatiel deixou o goleiro Vanderlei para trás e tocou para Carlinhos salvar em cima da linha.

Mais Rio Branco no ataque, aos 11 minutos, com Fumaça, que tentou encobrir Vanderlei e parou em Leandro Almeida, novamente em cima da linha. A equipe visitante aproveitava a falta de ritmo do Coritiba para dominar as ações. Aos 17 minutos, liberdade total para Fumaça que, no entanto, entrou em impedimento. Alex teve a chance de cobrar falta na entrada da área, aos 28 minutos, e carimbou a barreira.

O Coritiba encontrava dificuldade para se soltar em campo. Aos 36 minutos, finalmente um arremate alviverde. Aliás, dois. Primeiro com Roni, que mandou o petardo para defesa de Thiago Rodrigues. No rebote, Deivid chutou e o goleiro operou um milagre no Couto. Aos 39 minutos, Roni fez a jogada individual e bateu cruzado para mais uma grande defesa de Thiago Rodrigues.

Para a etapa final, o Coritiba retornou com o angolano Geraldo no lugar de Roni. Em sua primeira participação, aos três minutos, o atacante tentou o chute cruzado, mas errou o alvo por muito. Aos seis, Alex cobrou falta na cabeça de Leandro Almeida, que desviou pela linha de fundo. Na resposta, Fumaça também testou firme, nas mãos de Vanderlei.

Em muitas oportunidades, Alex tentou mais uma cobrança de falta, aos 14 minutos, e isolou. O troco veio com Salatiel, aos 16 minutos, com uma bomba que fez Vanderlei trabalhar para salvar o Coxa. Até que, aos 20, após boa troca de passes entre Alex e Deivid, e a bola sobrou para Geraldo fuzilar e abrir o placar.

O gol animou o Coritiba, que chegou com perigo mais uma vez aos 23 minutos, em chute de primeira de Alex, para fora. Aos 28, Geraldo ajeitou e Norberto, de cara para o gol, furou. O ritmo caiu um pouco e o Leão da Estradinha, que fez boa partida, mostrou cansaço. E na noite que seria de Alex, o angolano Geraldo roubou o foco e, aos 41, ao receber do meia, bateu forte pra fazer o segundo e fechar a contagem.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o J.Malucelli, quarta-feira, no Estádio Couto Pereira. Já o Rio Branco recebe o Toledo Colônia Work, no mesmo dia, no Gigante do Itiberê.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 2 X 0 RIO BRANCO

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 14 de fevereiro de 2014, sexta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Nilo Neves de Souza Jr.
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e João Vagner Cavalari
Cartões amarelos: William (Coritiba); Anderson Rosa, Bismark, Junior Capixaba (Rio Branco)

Gols:
CORITIBA: Geraldo, aos 20 minutos e aos 41 minutos do segundo tempo

CORITIBA: Vanderlei; Moacir, Lucas Claro, Leandro Almeida e Carlinhos; William, Gil, Germano (Norberto) e Alex; Roni (Geraldo) e Deivid (Robinho)
Técnico: Dado Cavalcanti

RIO BRANCO: Thiago Rodrigues; James Dens, Ricardo Ehle, Anderson Rosa e Fábio Alves (Lisa); Duda, Junior Capixaba, Bismarck e Rafael Chorão; Jonatha Fumaça (Ricardinho) e Salatiel (Matheus)
Técnico: Netinho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.