Após dois anos parado, atacante participou de oito minutos da vitória do Atlético-PR sobre o Strongest pela Libertadores

Adriano se aquece durante a partida entre Atlético-PR e The Strongest
Vagner Rosario/Futura Press
Adriano se aquece durante a partida entre Atlético-PR e The Strongest

Se o técnico Luiz Felipe Scolari ainda tem dúvidas sobre que assumirá a camisa 9 na Copa do Mundo, agora tem mais um candidato. Com oito minutos em campo no finalzinho da vitória do Atlético-PR sobre o The Strongest, por 1 a 0, pela Libertadores da América, Adriano retornou ao futebol e já pensa novamente em seleção brasileira.

Leia mais: Na volta de Adriano, Atlético-PR vence o Strongest pela Libertadores

"Vou melhorando aos poucos. Quem sabe ainda não consigo chegar à seleção. Espero trabalhar para poder conseguir isso, chegar novamente a seleção brasileira", disse o Imperador logo após a partida, pedindo apenas um tempo para resgatar seu rimo "Só peço paciência, estou voltando após dois anos", completou.

Veja fotos da vitória do Atlético-PR sobre o Strongest

O atacante agradeceu ao clube e às pessoas que lhe deram o incentivo a tentar retornar após o anúncio de sua aposentadoria. "Obrigado às pessoas que nunca deixaram de acreditar em mim. Consegui voltar a jogar por essas pessoas, pela minha família, pelos meus filhos. Espero ainda dar muita felicidade. Estou emocionado porque, depois de dois anos tem gente continua confiando em mim, e é gratificante", desabafou.

Não faltaram também palavras à comunidade de Vila Cruzeiro, no Rio de Janeiro, local com o qual Adriano tem forte ligação. "Lá sou acolhido muito bem, e todos diziam que tinha que voltar para dar felicidade. Nunca deixei de pensar nas minhas raízes. Frequento lá até hoje. Tenho que agradecer a todos que ainda acreditam. Está sendo um dia muito importante para mim", concluiu.

Adriano terá até o 25 de fevereiro para continuar trabalhando forte no CT do Caju e ganhar a confiança do técnico Miguel Ángel Portugal para atuar por mais tempo na partida diante do Vélez Sarsfield, em Buenos Aires.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.