Goleiro será julgado por conta da tentativa de rasteira em Valdivia e a "ombrada" em Alan Kardec durante o clássico

Rogério Ceni será julgado por confusão com Valdivia
Divulgação/spfc.net
Rogério Ceni será julgado por confusão com Valdivia

O São Paulo não corre o risco de ficar sem Rogério Ceni diante da Portuguesa, no sábado. O julgamento do goleiro no TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) foi agendado para segunda-feira, dois dias depois da partida no Morumbi.

Pela tentativa de rasteira em Valdivia e a ombrada que deu em Alan Kardec, no clássico com o Palmeiras, Ceni foi denunciado com base no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (praticar ato desleal ou hostil, prova ou equivalente), que pode tirá-lo de uma a três partidas no Campeonato Paulista.

De acordo com o Código Brasileiro de Justiça Desportiva, porém, "é facultado ao órgão judicante substituir a pena de suspensão pela de advertência se a infração for de pequena gravidade". Ou seja, o goleiro pode ser apenas advertido pelo TJD, não sendo desfalque em campo.

Mas, se for suspenso, Ceni terá que cumprir a pena já a partir da rodada seguinte da competição estadual. Depois do duelo com a Portuguesa, o São Paulo terá pela frente São Bernardo (fora de casa, em 20 de fevereiro), Santos (no Morumbi, no dia 23) e XV de Piracicaba (fora de casa, no dia 26).

Punido - Em julgamento realizado na última segunda-feira, o São Paulo foi multado por atraso nos jogos contra Rio Claro (R$ 1.000) e Palmeiras (R$ 3.000).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.