Tamanho do texto

"Não é uma coisa que é natural para nós. Mas é uma coisa que vamos encarar bem", disse o meio-campista

Julio Baptista, meia do Cruzeiro
Vipcomm
Julio Baptista, meia do Cruzeiro

Na chegada do Cruzeiro ao Peru, o armador Júlio Baptista foi o jogador mais assediado do elenco comandado pelo treinador Marcelo Oliveira. Com passagens pela seleção brasileira e futebol da Europa, o atleta acabou recebendo destaque da imprensa peruana. O time mineiro vai encarar o Real Garcilaso nesta quarta-feira, na altitude de Huancayo, o que para o atleta não é comum.

Júlio Baptista entende que o Cruzeiro se preparou bem para superar os 3200 metros da cidade peruana, e que tem condições de voltar com um bom resultado. "Não é uma coisa que é natural para nós. Mas é uma coisa que vamos encarar bem. Eu creio que a equipe está preparada para isto. Vamos fazer uma boa partida", declarou.

Apesar da confiança de Júlio Baptista, o jogador sabe que a altitude será um fator dificultador para o Cruzeiro. "Não temos medo. Teremos um pouco mais de dificuldade que eles, que estão acostumados com isso, mas eu acho que é só isto e nada mais", disse o jogador, que destaca que além da altitude, o Cruzeiro terá um adversário qualificado e que merece respeito.

"O Cruzeiro, acima de tudo, mostra muito respeito ao Real Garcilaso. Sabemos também que somos campeões brasileiros e vamos toda força para tentar ganhar a Libertadores. O jogo de estreia é muito importante", encerrou o armador cruzeirense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.