Tupi levou a melhor com gols de Da Silva e Núbio Flávio. No Atlético-MG, nem Paulo Autuori estava no jogo

A viagem à Venezuela para a estreia na Copa Libertadores tirou os titulares do Atlético-MG e até o técnico Paulo Autuori do confronto com o Tupi, em Juiz de Fora. Eles fizeram um jogo equilibrado com os donos da casa no estádio Mário Helênio e acabaram sendo derrotados por 2 a 0.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Da Silva marcou gol para o Tupi contra o Atlético-MG em partida do Campeonato Mineiro
Pedro Vilela/AGENCIA I7
Da Silva marcou gol para o Tupi contra o Atlético-MG em partida do Campeonato Mineiro

Da Silva marcou o primeiro, aos 26 minutos do primeiro tempo. Ele acertou um bonito chute de primeira após um cruzamento que pegou a defesa dos visitantes mal posicionada. Pressionados nos minutos finais da etapa final, os anfitriões conseguiram contra-atacar e sofreram um pênalti já nos acréscimos. Núbio Flávio converteu.

O Atlético-MG, assim, ficou estacionado nos quatro pontos e na sétima colocação, posição que deverá perder no complemento da quarta rodada do Campeonato Mineiro, no domingo. O Tupi chegou aos sete pontos e se igualou provisoriamente ao líder Cruzeiro.

O jogo

A partida começou morna e assim ficou até os 14 minutos, quando Núbio Flávio fez boa jogada pela esquerda e teve o cruzamento cortado dentro da pequena área do Atlético-MG. Sidnei ainda tentou aproveitar o rebote e foi travado na única jogada mais perigosa dos 20 minutos iniciais.

O jogo só melhorou aos 26 minutos, com o cruzamento de Henrique que achou Da Silva livre na área. O atacante aproveitou a falha de posicionamento dos zagueiros reservas do adversário e bateu de primeira, de pé direito, sem deixar a bola cair. Ela entrou no canto esquerdo de Lee.

Atrás no marcador, o Atlético passou a atacar com frequência maior. Leonardo esteve perto do empate em um ótimo giro seguido de uma péssima finalização dentro da área. Marion teve também uma oportunidade em rebote, mas o primeiro tempo terminou mesmo com os donos da casa em vantagem.

No início da etapa final, os visitantes tiveram sua melhor chance até então. Marion dominou na área, pela esquerda, e conseguiu se livrar do marcador, ficando sozinho no bico da pequena área. Em vez de bater, tentou um passe para Leonardo, pego justamente de surpresa.

Substituindo Paulo Autuori, Renê Weber resolveu apostar em Carlos e Eduardo, sacando Leonardo e Lucas Cândido. Houve até um gol de André anulado por impedimento antes que uma nova tentativa fosse feita, com a entrada de Cláudio Leleu no lugar de Renan Oliveira.

O Atlético-MG ensaiou uma pressão, e o Tupi adotou um comportamento bastante defensivo para segurar o resultado. Já nos acréscimos, os donos da casa aproveitaram o espaço do contra-ataque, e Da Silva cruzou. O juiz apontou toque de mão de Alex, expulsou o jogador e apitou pênalti, convertido por Núbio Flávio.

FICHA TÉCNICA -  TUPI 2 X 0 ATLÉTICO

Local: estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)
Data: 8 de fevereiro de 2014, sábado
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Marcos Vinícius de Sá dos Santos
Assistentes: Luiz Antônio Barbosa e Filipe Ramos Santana
Cartões amarelos: Maguinho, Jordan e Genalvo (Tupi); Marion e Lucas Cândido (Atlético-MG)
Cartão vermelho: Alex (Atlético-MG)
Gols: Da Silva, aos 25 minutos do primeiro tempo, e Núbio Flávio, aos 47 minutos do segundo tempo

TUPI: Jordan; Henrique (Fabrício Isidoro), Hélder, Fabrício Soares e Magnum; Felipe Lima, Maguinho (Genalvo), Fábio Tenório (Miguel) e Sidnei; Núbio Flávio e Da Silva
Técnico: Wilson Gottardo

ATLÉTICO-MG: Lee; Michel, Donato, Gabriel e Alex; Claudinei, Lucas Cândido (Eduardo), Renan Oliveira (Leleu) e Marion; André e Leonardo (Carlos)
Técnico: Renê Weber

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.