Goleiro criticou postura do próprio time no clássico carioca e espera melhora para a estreia na Libertadores

Depois de ser vazado três vezes pelo Fluminense neste sábado, o goleiro do Flamengo deixou o gramado do Maracanã descontente com sua equipe em geral, mas principalmente com sua retaguarda, que mostrou desatenção em pelo menos dois gols.

Com gol de Walter, Fluminense bate Flamengo e põe fim a jejum em clássicos

"Nossa equipe jogou mal, muito abaixo. Criamos pouco e falhamos muito, principalmente atrás. Demos muito espaço para uma equipe de qualidade. Não podemos dar tantas oportunidades como demos a eles", avaliou.

Conca tenta se livrar da marcação no duelo entre Flamengo e Fluminense pela Taça Guanabara
Flickr/Fluminense
Conca tenta se livrar da marcação no duelo entre Flamengo e Fluminense pela Taça Guanabara

A preocupação maior do goleiro não é exatamente com o Campeonato Carioca, já que a derrota não custou tanto assim - o Flamengo apenas caiu para a segunda posição. O que Felipe teme é isso se repita na Copa Libertadores, torneio em que seu time estreia na quarta-feira, diante do Léon, no México.

Leia também: Walter festeja estreia com gol e reforça promessa de perder peso

"Temos que esquecer isso. A viagem é longa, e temos que fazer uma boa estreia. Depois, também tentar se reabilitar no próximo clássico (do Carioca)", disse.

Neste sábado, depois de Michael ter aberto o placar aos 27 minutos do primeiro tempo, o Fluminense anotou dois gols na segunda etapa: Elivélton, aos três, e Walter, aos 40 minutos. O Flamengo teve raras oportunidades ao longo de toda a partida, mas não foi capaz de vazar Diego Cavalieri.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.