Entidade colocou o time na segunda divisão e a estreia está marcada para acontecer no dia 19 de abril, contra o Joinville. Briga continua na Justiça

Ilídio Lico, presidente da Portuguesa, vai brigar na justiça
Leandro Martins/Futura Press
Ilídio Lico, presidente da Portuguesa, vai brigar na justiça

Um dia após divulgar os jogos da primeira rodada do Brasileirão deste ano, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou nesta sexta-feira os primeiros confrontos da Série B e, como esperado, incluiu a Portuguesa entre os participantes da segunda divisão nacional.

Segundo a tabela divulgada pela entidade, a Portuguesa estreia na competição contra o Joinville, fora de casa, em rodada que será realizada no dia 19 de abril.

A inclusão da equipe entre os times da Série B nacional, porém, pode acabar se mostrando equivocada. Após briga judicial no âmbito esportivo, o Ministério Público entrou em cena e estuda mover ação na justiça para defender o Estatuto do Torcedor.

Em campo, a Portuguesa conseguiu se livrar do rebaixamento, mas a escalação irregular do meio-campista Héverton na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado resultou em punição do STJD. Ao perder quatro pontos no tribunal, a Lusa acabou descendo para a segunda divisão.

Nesta semana, a entidade conseguiu derrubar as liminares que a obrigavam a incluir a Portuguesa na elite do futebol nacional e reafirmou a postura de manter o time do Canindé rebaixado, mantendo, assim, o Fluminense entre os times de Série A. A briga, porém, deve continuar nos tribunais da Justiça comum.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.