Atacante tem salários atrasados e clube espera montante da Caixa Econômica antes de liberá-lo para o São Paulo

Corinthians deve a Pato e Gobbi espera verba de patrocínio para quitar dívida
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Corinthians deve a Pato e Gobbi espera verba de patrocínio para quitar dívida

Prestes a anunciar a ida de Alexandre Pato ao São Paulo , o Corinthians ainda não acertou o que deve ao atacante. Nesta quinta-feira, o presidente alvinegro, Mário Gobbi, revelou que aguarda a assinatura do novo contrato de patrocínio com a Caixa para ter dinheiro para quitar a dívida com o jogador.

"Ainda não quitamos o direito de imagem. Nas próximas horas, devo assinar a renovação do contrato com a Caixa e aí teremos três parcelas para receber, fora outras receitas que fomos buscar. É uma questão de dias e não vai haver nenhuma outra pendência", afirmou.

Multa de R$ 1 milhão para Pato enfrentar Corinthians é "pagável", diz São Paulo

O novo contrato com o banco estatal será válido até dezembro e está tudo bem encaminhado. Assim que resolver as pendências burocráticas, o Timão receberá três parcelas que ainda não foram pagas por conta de problemas na documentação.

São Paulo reaproxima Alexandre Pato e Rogério Ceni, conterrâneos e desafetos

Assim, é possível que Alexandre Pato só receba o que tem direito depois de já ter se transferido para o São Paulo. A dívida foi revelada há três semanas pelo diretor financeiro do clube, Raul Correa da Silva, que confirmou o débito de cerca de R$ 2 milhões.

Agora, o atacante está perto de ser trocado por Jadson, em negociação que já é dada como certa por Corinthians e também por São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.