Tamanho do texto

Caso o São Paulo queira usar o atacante em um futuro clássico, terá de pagar uma multa alta. Qual clube levou a melhor nessa troca? Deixe seu voto na enquete

O diretor de futebol do Corinthians, Ronaldo Ximenes, afirmou que Alexandre Pato não enfrentará o clube enquanto estiver emprestado ao São Paulo. Envolvido em uma troca com Jadson, que passará a vestir preto e branco, o atacante terá contrato com a agremiação tricolor até dezembro de 2015.

Corinthians e São Paulo acertam troca de Alexandre Pato por Jadson

"O Pato não joga contra o Corinthians em hipótese alguma", afirmou Ximenes. A questão é inexistente na outra via porque Jadson está rescindindo seu compromisso com o São Paulo, acabando com qualquer vínculo - ele assinará também até o fim o próximo ano.

São comuns nos acordos de empréstimo as cláusulas impeditivas, geralmente acompanhadas de uma multa. Se quer utilizar o jogador contra o dono de seus direitos, o clube ao qual ele está emprestado tem de pagar um valor pré-estabelecido, geralmente salgado.

No caso de Pato, que custou R$ 40 milhões à agremiação alvinegra, havendo essa multa no contrato, ela seria altíssima. "Cada jogador tem o seu valor. Então, cada jogador tem a sua multa", afirmou o presidente Mário Gobbi, sorrindo, antes mesmo de confirmar a troca.

O Corinthians se sente no direito de impedir o atacante de enfrentá-lo porque continuará pagando metade de seu salário. E, mesmo assumindo os vencimentos que tinha Jadson no São Paulo, a negociação representará uma economia de R$ 150 mil reais por mês ao clube do Parque São Jorge, que vive dificuldade financeira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.