O uruguaio Carlos Ariel Borges tinha 82 anos e foi atacante do Peñarol por 15 temporadas

Carlos Ariel Borges, autor do primeiro gol da história da Copa Libertadores
Divulgação
Carlos Ariel Borges, autor do primeiro gol da história da Copa Libertadores

Autor do primeiro gol da história da Copa Libertadores, o uruguaio Carlos Ariel Borges morreu na noite de terça-feira aos 82 anos, em Montevidéu. Ele foi atacante do Peñarol durante 15 temporadas, sendo 14 delas de forma consecutiva. As causas da morte não foram reveladas.

O nome de Borges ficou marcado no futebol sul-americano no dia 19 de abril de 1960. O uruguaio fez o primeiro gol da história da Libertadores, contra o Jorge Wilstermann, da Bolívia, no Estádio Centenário de Montevidéu.

Borges foi campeão uruguaio pelo Peñarol em sete oportunidades, além de ter conquistado a Copa Libertadores de 1960. Defendeu a seleção do Uruguai na Copa do Mundo de 1954 e venceu a Copa América de 1956. Também atuou pelo Racing Club, da Argentina.

O ex-atleta não foi só um herói dos gramados, como também fora deles. Em 1963, Borges sobreviveu ao naufrágio do Vapor de la Carrera, um barco que fazia o trajeto entre Montevidéu e Buenos Aires. Na ocasião, ele acabou salvando um menino.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.