Com uma das piores campanhas no Campeonato Paulista, time de Jundiaí demitiu o técnico Giba e já negocia com o ex-treinador do Corinthians

Marcio Bittencourt negocia com o Paulista
Futura Press
Marcio Bittencourt negocia com o Paulista

Com apenas cinco rodadas disputadas, o Campeonato Paulista já foi responsável pela queda de três treinadores. Nesta quarta-feira, foi a vez de Giba ser demitido do comando do Paulista de Jundiaí. O treinador não resistiu ao mau início da equipe na competição. Em cinco jogos, o time acumula dois empates e três derrotas. Atualmente, a equipe tem a terceira pior campanha geral no Estadual.

No último domingo, o técnico foi o principal alvo dos protestos dos torcedores pelo péssimo aproveitamento da equipe. Jogando em casa, o Paulista não saiu de um empate sem gols diante do XV de Piracicaba e seguiu sem vencer na competição.

Além de Giba, Ivan Baitello, do Atlético Sorocaba, demitido no domingo depois da derrota por 2 a 0 para o Bragantino no dia anterior, e Guto Ferreira, que entregou seu cargo na Portuguesa logo após a goleada sofrida por 4 a 2 contra o Audax, foram os outros técnicos que não resistiram. Assim, as três piores campanhas do Paulistão iniciam a sexta rodada com nova comissão técnica.

Bittencourt chega

A diretoria do Paulista tenta agir rápido e já negocia a chegada de Márcio Bittencourt para o lugar de Giba. Mais conhecido por sua campanha à frente do Corinthians campeão brasileiro em 2005, o técnico passou por diversos clubes desde então. O último emprego do ex-jogador foi no Vila Nova, em 2013.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.