Tamanho do texto

Aproximadamente cem torcedores, de acordo com a PM, passaram pelo alambrado e entraram nos campos

A Invasão Corintiana voltou a acontecer, mas desta vez no CT Joaquim Grava. Aproximadamente cem torcedores, de acordo com a Polícia Militar, rasgaram e passaram pelo alambrado e para entrar nos campos em busca do técnico Mano Menezes e do elenco, que se refugiaram em um local secreto.

Leia: Após invasão no CT, Joaquim Grava relata "clima de guerra"

Torcedores invadiram treino do Corinthians no CT Joaquim Grava na manhã deste sábado
Rodrigo Gazzanel/Futura Press
Torcedores invadiram treino do Corinthians no CT Joaquim Grava na manhã deste sábado


Os atacantes Emerson Sheik e Alexandre Pato, além do próprio treinador, foram os principais alvos dos fãs, revoltados com a goleada sofrida para o rival Santos no meio de semana. Na Vila Belmiro, o Corinthians perdeu de 5 a 1 - o time vinha de revés para o São Bernardo, em pleno Pacaembu.

Antes do treinamento marcado para a manhã deste sábado, 15 torcedores já protestavam na entrada do CT, fazendo com que o clube ficasse preocupado e acionasse a Polícia. No entanto, as autoridades não conseguiram impedir a invasão.

Os torcedores querem falar com pelo menos um representante da equipe, fora da zona de classificação para a próxima fase do Campeonato Paulista. Neste sábado, Mano Menezes faria os últimos ajustes antes do jogo contra a Ponte Preta, agendado para este domingo, em Campinas (SP).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.