Tamanho do texto

Defensor cobrou melhor desempenho do setor e comparou a média de gols sofridos com a do ano passado

O Santa Cruz vai encarar o CSA, nesta quinta-feira, às 20h15 (de Brasília), no estádio Rei Pelé, pela quarta rodada da Copa do Nordeste. Insatisfeito com os quatro gos sofridos nas primeiras partidas, o zagueiro Renan Fonseca afirmou que tem conversado constantemente com o seu parceiro de defesa Everton Sena, com o objetivo de melhorar os números.

"Ano passado, nossa média de gols sofridos era bem baixa. Em 2014, falhamos nos três jogos. Como é um começo de temporada, devemos ter mais atenção e, para isso, temos conversado e cobrado entre nós mesmo. Precisamos melhorar", afirmou.

No primeiro confronto, o Santa acabou derrotado pelo CSA. Mordido, Renan quer aproveitar o segundo jogo para sair com os três pontos. "É um jogo muito importante. A gente sabe que, se ganharmos, vamos estar em uma situação melhor e que, se perdermos, ficará muito complicado. Estamos concentrados, focados para fazermos um grande jogo e conseguirmos a vitória", completou.

Raul, responsável pelo setor de criação da equipe, também acredita na capacidade dos jogadores do Santa Cruz. "Nós vamos nos superar. Vamos jogar em um campo melhor do que estamos jogando, e a gente sabe que pode conseguir um resultado bom", disse.

Para ele, existe uma palavra chave: superação. "Pois no jogo anterior, o CSA nos marcou muito, fizeram muitas faltas. É um time muito forte fisicamente, pois estão treinando há muito tempo, bem antes que nós", explicou.

Raul acredita que o time terá que ultrapassar os próprios limites para superar o adversário. "Temos uma maneira de jogar e vamos tentar impor nosso ritmo", finalizou.

O CSA lidera o Grupo B com os mesmos sete pontos do segundo colocado, Bahia, porém, com um jogo a menos. Já o Santa, também devendo uma partida, que será realizada nesta quinta, figura em terceiro lugar, com quatro pontos ganhos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.