Aos 25 anos, atacante colombiano chegou ao Brasil na terça-feira e ainda realizará exames médicos antes de ser anunciado como mais uma contratação do São Paulo

O terceiro reforço do São Paulo para a temporada esteve no Morumbi na noite desta quarta-feira. Não para participar da goleada por 6 a 3 sobre o Rio Claro . O atacante colombiano Dorlan Pabón, emprestado pelo espanhol Valencia, viu do camarote do presidente Juvenal Juvêncio a grande atuação de seus novos concorrentes de posição.

Muricy Ramalho, técnico do São Paulo
Fernando Dantas/Gazeta Press
Muricy Ramalho, técnico do São Paulo

Aos 25 anos, Pabón chegou ao Brasil na terça-feira e ainda realizará exames médicos antes de ser anunciado como mais uma contratação do São Paulo, após os laterais Luis Ricardo e Álvaro Pereira. Sua transferência foi intermediada por Luizão, centroavante são-paulino na conquista da Copa Libertadores da América de 2005 e hoje empresário.

"Estão faltando jogadores no Brasil. É uma coisa incrível. A gente precisa de atletas para algumas posições, mas não acha. O que tem por aí é caro. O único mercado que sobra é o do exterior, como no caso do Pabón. Foi o Luizão que deu um toque para mim e para o Milton Cruz ( auxiliar ), falando que dava para trazer", agradeceu o técnico Muricy Ramalho.

Pabón já havia sido elogiado pelo comandante do São Paulo anteriormente. O colombiano se projetou no Envigado e no Atlético Nacional, de seu país, antes de ser comprado pelo Parma, da Itália. Também acumulou experiências no Real Betis, da Espanha, e no Monterrey, do México.

"O Pabón é um jogador interessante, que viveu grande fase no Atlético Nacional, voltou a jogar bem no Betis e oscilou um pouco no Parma e no Valencia. Ele está vindo para cá com a intenção de recuperar o seu espaço na seleção da Colômbia. É um meia-atacante que faz gols, agudo", definiu Muricy.

Embora satisfeito com a chegada de Pabón, o técnico do São Paulo lembrou que ainda aguarda o reforço de um centroavante para ser o reserva imediato de Luis Fabiano, merecedor de cuidados especiais por conta de seu histórico de lesões. Por enquanto, Muricy está próximo de receber o volante Souza, vindo do Grêmio em negociação que envolve a permanência do zagueiro Rhodolfo em Porto Alegre.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.