Vasco venceu por 4 a 0 e subiu para a vice-liderança da competição. Bernardo marcou dois gols

Depois de aplicar 6 a 0 no Friburguense, o Vasco mostrou que está vivendo uma boa fase no Campeonato Carioca. Em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, a equipe de São Januário precisou de apenas um tempo para liquidar o Audax. A vitória por 4 a 0 fez a equipe subir para a segunda colocação, com oito pontos ganhos. O Audax segue sem vencer, com apenas dois pontos, na 15ª posição.

Bernardo comemora um dos gols do Vasco contra o Audax
Fabio Castro/ Agif/Gazeta Press
Bernardo comemora um dos gols do Vasco contra o Audax

O time dirigido por Adilson Batista superou as dificuldades encontradas no início da partida e conseguiu se impor diante de um adversário que lutou muito, mas que não teve condições de obter um resultado mais favorável. O Vasco abriu 3 a 0 no primeiro tempo e depois, apenas se preocupou em administrar o resultado. Mesmo assim, ainda marcou mais um gol para confirmar a goleada.

Na próxima rodada, o Vasco enfrentará o Botafogo, no clássico de domingo, no Maracanã. O Audax vai encarar o Madureira, em Conselheiro Galvão.

O jogo

Animado pela goleada sobre o Friburguense, o Vasco iniciou a partida marcando a saída de bola do Audax. Aos nove minutos, Montoya fez ótimo lançamento para Reginaldo que caiu na área ao receber o combate do zagueiro Aderaldo. O árbitro nada marcou, para revolta dos jogadores cruz-maltinos.

O Audax tentava ludibriar a marcação do adversário, concentrando suas jogadas do lado esquerdo com a experiência do lateral Jorginho Paulista que contava com a ajuda de Lucas Carioca. No time dirigido por Adilson Batista, as ações ofensivas eram comandadas por Montoya que caía para o lado direito, com a intenção de desmontar o bloqueio do time de São João de Meriti.Aos 14 minutos, o colombiano arriscou de fora da área, mas o goleiro Yamada defendeu com segurança.

Aos 15 minutos, o goleiro uruguaio Martín Silva evitou o primeiro gol do Audax ao se atirar, de forma corajosa, nos pés de Jorginho Paulista que entrou livre na pequena área. A defesa foi muito festejada pela torcida que gritou: "Ah, temos goleiro".

O Vasco encontrava dificuldades para penetrar na defesa do Audax. O time dirigido por Válber mostrava um time que marcava forte no meio-campo e que tentava sair em velocidade para surpreender a defesa da equipe de São Januário.

Aos 24 minutos, Barbio foi derrubado na entrada da grande área, mas a cobrança de Felipe Bastos não levou perigo. O Vasco abriu o marcador aos 26 minutos. Marlon recebeu na esquerda e cruzou. O zagueiro Leandro Camilo foi tentar afastar o perigo e cabeceou contra seu gol, sem dar qualquer chance de defesa ao goleiro Yamada.

Logo depois, Montoya fez ótimo passe para Felipe Bastos que entrou livre e chutou nas mãos do goleiro do Audax. A pressão continuou e o Vasco marcou o segundo gol, aos 27 minutos. O lateral-esquerdo Marlon fez um passe perfeito para Edmilson que entrou por trás da zaga e tocou na saída de Yamada.

O Audax só conseguiu respirar aos 36 minutos quando Washington tentou invadir a área e foi derrubado por Guiñazu. A cobrança não assustou o goleiro Martin Silva. Logo depois, o meia colombiano Montoya sentiu dores e pediu para sair, sendo substituído por Bernardo. Aos 38 minutos, a defesa cruz-maltina errou ao tentar aliviar o perigo e a bola sobrou para Jorginho Paulista. O lateral-esquerdo cruzou e William, livre, cabeceou para fora.

O Audax tinha mais posse de bola e, aos 42 minutos, voltou a criar uma chance para marcar. Lucas Carioca bateu falta e Martín Silva espalmou para escanteio. Aos 45 minutos,o Vasco marcou o terceiro gol. William Barbio arrancou pela esquerda e lançou Edmílson que corria pela direita. O atacante cruzou na cabeça de Bernardo que entrava pelo meio. A bola ainda bateu na trave direita, antes de entrar.

A grande vantagem no placar fez o Vasco começar o segundo tempo em ritmo muito lento. O Audax, por sua vez, tentava explorar os espaços nas costas dos laterais, mas não mostrava poder de conclusão. Aos quatro minutos, William bateu cruzado e Martín Silva tocou para escanteio. Aos 11 minutos, o goleiro uruguaio apareceu bem, outra vez, para defender a cabeçada de Leandro Camilo.

O Vasco só voltou a criar uma jogada de ataque aos 13 minutos. Bernardo arrancou pela direita, evitou a marcação, e rolou para Felipe Bastos chutar por cima do travessão. Dois minutos depos, Guiñazu foi agarrado por Leandro Camilo na entrada da área.Felipe Bastos cobrou forte, mas a bola subiu demais.

O Vasco continuou administrando o resultado para irritação da torcida que queria a repetição da goleada aplicada sobre o Friburguense. Aos 29 minutos, saiu finalmente o quarto gol. Felipe Bastos avançou pela direita e rolou para Bernardo chutar forte para marcar o seu segundo gol no jogo e o quarto, do Vasco.

Aos 34 minutos, William Barbio foi lançado em profundidade, se livrou da marcação, mas foi bloqueado no momento do chute. Antes da cobrança do escanteio, André Rocha e Arthur se desentenderam e foram advertidos com o cartão amarelo. Como o jogador do Audax já tinha uma advertência, acabou recebendo o cartão vermelho, deixando sua equipe com dez jogadores.

Nos minutos finais, o Vasco procurou segurar a bola para evitar um desgaste maior,enquanto a torcida gritava olé. Inteiramente batido, o Audax se preocupava apenas em não sofrer outros gols.


FICHA TÉCNICA
AUDAX 0x4 VASCO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 29 de janeiro de 2014, quarta-feira
Hora: 19h30 (de Brasília)
Público: 3.424 presentes
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Assistentes: Silbert Faria Sisquim e Daniel Alves Pereira
Cartões amarelos: Arthur e Washington (Audax); Aranda, Luan e André Rocha (Vasco)

Cartões vermelhos: Arthur(Audax)

GOLS:
VASCO: Leandro Camilo, contra, aos 26 minutos, Edmilson aos 27 minutos e Bernardo aos 45 minutos, do primeiro tempo, e 29 minutos do segundo tempo

AUDAX: Yamada; Adriano (David Modesto), Leandro Camilo, Aderaldo e Jorginho Paulista; Arthur, Wellington Monteiro (Casotti), Willian e Wellington Soares; Lucas Carioca e Washington
Técnico : Válber

VASCO: Martín Silva, André Rocha, Luan (Rafael Vaz), Rodrigo e Marlon; Guiñazu, Aranda (Pedro Ken) e Fellipe Bastos; Montoya (Bernardo), William Barbio e Edmílson
Técnico: Adílson Batista

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.