Meia perdeu um pênalti, mas depois diminuiu para os colombianos na partida disputada no México

O Independiente Santa Fé esteve próximo de se complicar na briga por uma vaga no Grupo 4 da Libertadores - que conta com o atual campeão Atlético-MG. Enfrentando o Morelia (MEX), fora de casa, a equipe colombiana jogou mal e, pressionada pela torcida local, viu o adversário abrir 2 a 0 com tranquilidade. O meia Pérez, no entanto, foi de herói a vilão e, após perder pênalti aos 30 minutos do segundo tempo, marcou de falta nos minutos finais, mantendo o time vivo na competição.

Rodriguez, goleiro do Morelia, defendeu um pênalti de Pérez
Getty Images
Rodriguez, goleiro do Morelia, defendeu um pênalti de Pérez

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, na Colômbia. Para reverter a desvantagem e ficar com a vaga, o Santa Fé precisa vencer por 1 a 0 ou por dois ou mais gols de diferença. Já um empate ou derrota por apenas um gol, desde que vá às redes duas vezes, classifica o Morelia. Caso a equipe colombiana vença por 2 a 1, o confronto será decidido nas penalidades máximas.

O jogo
Após esbarrar na boa marcação do Santa Fé no início de partida, o Morelia aos poucos passou a dominar o jogo no Estádio Morelos. Após assustar duas vezes com Riascos e outras duas com Zamorano, a equipe quase viu o time colombiano abrir o placar aos 25 minutos. Aproveitando os espaços cedidos pelos donos da casa, Arias recebeu na entrada da área e chutou para a boa defesa de Rangel. Na sobra, o mesmo Arias tentou novamente, mas o goleiro voltou a salvar os mexicanos.

O susto acordou o Morelia. Logo no minuto seguinte, Zamorano aproveitou o contra-ataque e saiu cara a cara com o goleiro Vargas. Sem ser fominha, o meia notou a chegada de Mancilla e rolou para o companheiro apenas completar para o gol vazio.

A vantagem no placar não acomodou o time mexicano, que seguiu no ataque e teve ao menos mais uma boa chance de marcar ainda no primeiro tempo. Já o Santa Fé se abateu com o gol e pouco criou até a ida para o intervalo.

Logo aos três minutos da etapa final, no entanto, a equipe colombiana quase chegou ao empate. Após cruzamento da esquerda, Medina cabeceou forte e Rodríguez espalmou. A bola ainda bateu na trave antes de sair da zona de perigo.

A partir daí, porém, o panorama foi o mesmo do primeiro tempo. Insatisfeito com a vantagem mínima, o Morelia seguiu no ataque e parou em Vargas em duas oportunidades. Na terceira delas, aos 20, Zamorano passou pela marcação e tocou na saída do goleiro para marcar o segundo.

A desvantagem obrigou o Santa Fé a partir para cima. Dez minutos depois, Cuero foi derrubado na grande área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Pérez chutou no meio do gol e a bola explodiu na perna de Rodríguez. O camisa 10 e capitão, no entanto, se redimiu nove minutos depois. Aproveitando falta próxima ao gol, o meia soltou a bomba e contou com a ajuda do algoz para manter o time colombiano vivo na briga por uma vaga na fase de grupos da Libertadores.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.