Técnico se preocupa com o ataque e diz que precisa de um jogador para atuar junto com Luis Fabiano

Colombiano Dorlan Pabón  está na lista de reforços do São Paulo
Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Colombiano Dorlan Pabón está na lista de reforços do São Paulo

Depois de acertar a contratação dos laterais Alvaro Pereira e Luis Ricardo, o São Paulo está muito perto de anunciar mais dois reforços para a temporada 2014. O clube está negociando com o volante Souza, do Grêmio, e o atacante Dorlán Pabón, atualmente no Valencia. Os nomes agradam Muricy, mas ainda estão longes de satisfazer o treinador.

Quem poderia reforçar o São Paulo na temporada? Comente com outros leitores

Sem conseguir contar com Luís Fabiano em todos os jogos da temporada, o comandante do São Paulo quer um substituto do atacante de 33 anos para não perder qualidade em sua equipe. "Ainda falta o centroavante para alternar com o Luís (Fabiano). Volto a repetir: precisamos ter o Luís 100%, então preciso de um nove para jogar junto com ele", afirmou Muricy Ramalho.

Acompanhe a movimentação do mercado da bola

O treinador também manifestou desejo de mudaram a política de contratações do clube que, nos últimos anos, apostou em jogadores não tão conhecidos no futebol nacional. Desta forma, muitas dessas contratações não vingaram e o clube, em 2013, esteve longe de repetir o desempenho de temporadas anteriores, quando conquistou os principais títulos que disputou.

Leia também:  Depois de conversar com Lugano, Muricy aprova estreia de Alvaro Pereira

"Apareceram 10 mil jogadores para contratar, falei ‘não’ para muita gente, sei que ficaram irritados com isso, mas só vai vir quem é bom para o clube, assim como o Alvaro. Se for para apostar, eu aposto nos nossos meninos. Jogadores como o Souza e o Pabon são de ponta", afirmou o comandante são-paulino, que também não deixou de comentar sobre o atacante Pabón.

Ainda como treinador do Santos, Muricy havia manifestado desejo de contar com o jogador colombiano, que disputou a Libertadores de 2011 pelo Atlético Nacional. As condições financeiras da época, no entanto, não possibilitavam a negociação. A realidade no Morumbi em 2014 é diferente e os valores de Dorlán Pabón estão dentro da realidade são-paulina.

"É um jogador que arremata muito, bate muito bem de fora da área. Na época do Santos, eu queria trazer ele, já que ele fez uma grande Libertadores, mas não tivemos nem chance de concorrer no mercado internacional. É um bom jogador que, nesta ocasião financeira, não precisamos pagar empréstimo ou nada disso. Tomara que ninguém atravesse né?", explicou Muricy.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.