Novo reforço ainda não tem data para estrear, mas técnico do Palmeiras já projeta Bruno César ao lado de Valdivia

Técnico que mais recebeu reforços entre os grandes paulistas, Gilson Kleina abre sorrisos ao constatar que conta com um elenco superior ao que conquistou a Série B do Brasileiro no ano passado. Bruno César, a última contratação, já está até com seu espaço sendo preparado antes mesmo de ter sido apresentado oficialmente.

Bruno César deve estrear em breve
Divulgação/Palmeiras
Bruno César deve estrear em breve

Mazinho atuou mais próximo de Valdivia na goleada sobre o Atlético Sorocaba, nesse domingo, da forma como o meia emprestado pelo Al Ahli, da Arábia Saudita, deve ser escalado. Embora o provável futuro dono da camisa 7 ainda não tenha a estreia estipulada pelo treinador.

Valdivia reclama de pressa para vê-lo jogar e é dúvida para o jogo de quinta

"Jogaram Valdivia e Mazinho e vamos começar a treinar e ver como Valdivia com Mendieta, Marquinhos Gabriel, Felipe Menezes, Bruno César. Vamos analisar", disse Kleina, preocupado em não desmotivar os outros meias, mas já com um perfil traçado. "Queremos sempre colocar uma equipe com posse de bola e que verticalize, e há opções importantes."

Tantas alternativas, entretanto, é a comprovação de que os nomes trazidos pela diretoria qualificaram o grupo que recolocou o clube na primeira divisão nacional. "Sem dúvida nenhuma o Palmeiras deste ano é melhor. Não equiparando, porque sou muito grato ao grupo que trabalhei no ano passado, mas se você tem condições de trazer jogadores nas características que pedimos, fica muito mais fácil", sorriu.

Mais do que qualidade, Kleina aprova o espírito visto até nos reforços. Após o triunfo por 4 a 1 em Sorocaba, o técnico lembrou que o estreante Marquinhos Gabriel saiu do banco e, de cara para o gol, optou por dar assistências a Juninho e Wesley, que estavam desmarcados na grande área.

"A inteligência e o espírito coletivo são importantes. O Marquinhos, com o jogo definido, poderia decidir por outra jogada e preferiu o melhor companheiro. Tem que continuar assim. Se todos forem solidários e se motivarem, teremos uma equipe forte", celebrou, gostando do empenho mesmo de quem está na reserva.

"Estamos formando a equipe mudando também. É importante todos trabalharem forte porque estão aparecendo muitas situações rápidas e perdemos jogadores importantes. Faz valer quem está preparado e realmente comprometido. Esse é um rótulo desse grupo, querem sempre fazer o melhor", elogiou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.