Atacante retorna aos gramados após se lesionar, mas não consegue levar a equipe à vitória

Em jogo que deveria ser festivo, com a apresentação de Conca e o retorno de Fred, o Fluminense voltou a decepcionar sua torcida: empatou com o Bonsucesso por 1 a 1, nesta quinta-feira, no Maracanã e segue sem vencer no Campeonato Carioca. O lateral-esquerdo Carlinhos, que voltava de longa inatividade, marcou o gol do Flu, enquanto Nill igualou.

Carlinhos comemora com Fred o gol do Flu diante do Bonsucesso
Nelson Perez/Fluminense FC
Carlinhos comemora com Fred o gol do Flu diante do Bonsucesso

O resultado fez o Fluminense ocupar a 12ª posição com apenas um ponto. O Bonsucesso somou seu segundo ponto e ocupa a décima colocação. O time dirigido por Renato Gaúcho apresentou maior volume de jogo, mas desperdiçou várias chances para marcar. Conca e Fred tiveram atuações discretas.

Comente esta notícia com outros torcedores

Antes da partida, o meia argentino Dario Conca foi homenageado pela torcida e agradeceu. O jogador confessou sua emoção ao retornar ao clube de coração, depois de temporada na China.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrentará o Nova Iguaçu, em Volta Redonda, enquanto o Bonsucesso receberá o Boavista, em Teixeira de Castro.

O jogo

O Fluminense começou tocando a bola com lentidão e foi do Bonsucesso, o primeiro momento de perigo. Depois de desarmar Diguinho, Nill arriscou de longe e Diego Cavalieri fez boa defesa. O lateral-esquerdo Carlinhos que ficou vários meses afastado do time, por lesão, era a principal opção ofensiva da equipe tricolor, sendo acionado constantemente.

Conca é festejado pelo torcedor do Fluminense no Maracanã antes do jogo
Flickr/Fluminense
Conca é festejado pelo torcedor do Fluminense no Maracanã antes do jogo

O time de Teixeira Castro fazia uma marcação cerrada no meio-campo e quando recuperava a bola, tentava imprimir velocidade. Foi assim aos cinco minutos, quando Samuel Lopes ganhou de Valencia e chutou, mas a bola não levou perigo. Dois minutos depois, em cobrança de escanteio, a defesa tricolor se complicou e o goleiro Diego Cavalieri precisou intervir para impedir a conclusão do atacante rubro-anil.

O Fluminense criou seu primeiro grande momento aos nove minutos. Depois de rápida troca de passes, Conha tocou de calcanhar para Fred que escorou para Rafael Sobis. O chute bateu na zaga e encobriu o travessão defendido por Rodrigo. Aos 11 minutos, Rafael Sobis cobrou falta, a bola tocou no chão e quase surpreendeu o goleiro Rodrigo.

O Tricolor das Laranjeiras não deixava a defesa do Bonsucesso trocar passes e aos 12 minutos, após bola recuperada por Conca, a bola sobrou para Rafael Sobis que chutou forte e obrigou Rodrigo a se virar, para impedir que a bola entrasse.

A resposta do Bonsucesso fez a torcida se assustar. Aos 14 minutos, após cobrança de escanteio, Luiz Otávio subiu livre e cabeceou com grande perigo.

Depois da parada técnica, o jogo ficou mais cadenciado. Aos 24 minutos, o zagueiro Elivélton teve que se esticar para impedir que o cruzamento da direita chegasse ao atacante Samuel.

O Fluminense voltou a apertar o ritmo e, aos 26 minutos, o Fluminense voltou a criar uma boa chance. O lateral-direito Bruno ganhou a dividida com Allan e cruzou para Fred que tentou a conclusão, mas foi bloqueado por Luiz Otávio. Dois minutos depois, Conca levantou para Elivélton que livre, na pequena área, cabeceou para fora.

A pressão tricolor fez o Bonsucesso recuar e se preocupar apenas em tentar segurar as investidas do adversário. Só aos 36 minutos é que o time de Teixeira de Castro voltou a incomodar. Depois de lançamento da esquerda, Samuel recebeu na área e passou para Nil que, sem marcação, chutou por cima do gol defendido por Cavalieri.

O jogo voltou a ficar movimentado e aos 38 minutos, o zagueiro Gum recebeu na área, sem marcação, e chutou para fora. A resposta do Bonsuça veio nos pés de Samuel que concluiu para fora depois de receber ótimo passe de Luiz Otávio.

No último lance do primeiro tempo, após cruzamento na área, Carlinhos cabeceou e a bola se chocou com o travessão. No rebote, Elivélton colocou nas redes, mas o árbitro marcou impedimento.

O Fluminense voltou mais agressivo para o segundo tempo e depois de pressionar, marcou o primeiro gol aos nove minutos, O lateral-esquerdo Carlinhos, aniversariante do dia, e que não atuava há vários meses, recebeu a bola na esquerda, se livrou da marcação e bateu no ângulo esquerdo do goleiro Rodrigo, em golaço bastante festejado pelos jogadores.

Logo depois do gol, o técnico Renato Gaúcho trocou o cansado e feliz Carlinhos pelo meia Chiquinho. E Chiquinho mostrou disposição aos 16 minutos, ao se livrar de Renan, em velocidade, e bater rasteiro para boa defesa de Rodrigo.

O Fluminense pressionava em busca do segundo gol, enquanto o Bonsucesso procurava se organizar, outra vez, para buscar o gol do empate. Aos 22 minutos, Bruno errou um passe na defesa, Renan foi até o fundo e cruzou rasteiro na pequena área, mas Lipe chegou atrasado.

O Fluminense teve a chance de liquidar a fatura aos 34 minutos, quando Fred recebeu livre e chutou em cima do goleiro Rodrigo. A bola voltou para o artilheiro que voltou a chutar e a bola foi salva pela zaga.

O castigo não demorou. No minuto seguinte, Da Silva fez ótimo lançamento para Renan que cruzou para Lipe. Dentro da área, o atacante ajeitou, de calcanhar, para Nill que bateu rasteiro, para empatar a partida.

Sem outra alternativa, o Fluminense partiu com tudo para buscar o gol da vitória e, aos 41 minutos, Rafael Sobis teve tudo para marcar, mas o chute foi desviado pela zaga.

No final,o Fluminense ainda acertou a trave de Rodrigo em chute de Rafael Sobis, mas não escapou das vaias da sua frustrada torcida.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 1 BONSUCESSO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 23 de janeiro de 2014, quinta-feira
Hora: 19h30, de Brasília
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Luis Felippe Costa e Paulo Vitor Carneiro
Cartão Amarelo: Gum(Flu); Marlon(Bon)
Gols:
FLUMINENSE: Carlinhos, aos nove minutos do segundo tempo
BONSUCESSO: Nill aos 35 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno(Rafinha), Gum, Elivélton e Carlinhos(Chiquinho); Valencia, Diguinho(Biro Biro), Jean e Conca; Rafael Sobis e Fred
Técnico: Renato Gaúcho

BONSUCESSO: Rodrigo; Iago Soares(Renan), Luiz Otávio, Da Silva e Marlon; Alexandre Carioca, Allan, Yago Morais e Geovane(Michel); Nill e Samuel(Lipe)
Técnico: Ricardo Barreto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.