Jogador argentino recebeu proposta para defender o Shandon Luneng, da China

Entre os destaques do Santos, o meia argentino Montillo deve realmente estar de saída da Vila Belmiro. Nesta segunda-feira, ao falar sobre a negociação do jogador com o Shandong Luneng, da China, o treinador Oswaldo de Oliveira lamentou a possível transferência de seu atleta e usou um tom de despedida ao falar sobre a atual situação de mercado do futebol brasileiro.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Não tenho confirmação, tenho informações. Lamento muito, quando soube, procurei intervir, mas tenho repetido uma coisa que vem se confirmando: o futebol é um grande balcão de negócios. Existem pessoas que não amam o futebol, mas vivem dele e se aproveitam. É difícil controlar algo assim", disse Oswaldo de Oliveira ao canal Sportv .

Presidente do Santos ainda analisa venda de Montillo: 'É uma proposta razoável'

Sem conseguir intervir na negociação, o comandante revelou sua insatisfação com a participação de empresários no futebol brasileiro, já que os clubes perderam autonomia sobre seus próprios atletas. "A relação hoje não é mais clube-atleta. Existem outras forças, outras empresas que interferem diretamente de forma legal", completou o treinador do Santos, que lamentou a falta de opções no elenco.

Mercado da bola: o vaivém de atletas e as negociações que envolvem seu clube

Para a estreia no Campeonato Paulista, Oswaldo perdeu Edu Dracena, lesionado, e Leandro Damião, já que o Santos não acertou parte da compra. O clube ainda pode perder Cícero, o que deixa seu comandante muito entristecido. "Quando olhei para o Santos eu olhei para um time com Montillo, Arouca, Cicinho, Edu Dracena, Leandro Damião, e não ficaria feliz com a saída de nenhum deles".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.