Maluf revela que clube recebeu propostas por Tardelli, Jô e Réver, porém, o presidente resolveu recusá-las

Diego Tardelli foi recebeu proposta, mas Kalil o segurou
Flickr/Atlético-MG
Diego Tardelli foi recebeu proposta, mas Kalil o segurou

Na primeira entrevista coletiva do ano, o diretor de futebol do Atlético-MG, Eduardo Maluf, afirmou que o grande reforço da equipe para a temporada foi ter mantido a base. O dirigente revelou que o clube recebeu propostas para negociar atletas importantes, como o zagueiro Réver e os atacantes Diego Tardelli e Jô, mas o presidente Kalil resolveu segurar os jogadores.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

"O presidente teve proposta para vender Réver, Jô, Tardelli e vocês conhecem ele, a resposta que ele deu. Em uma fase difícil do futebol, é difícil bancar e ficar com quatro, cinco jogadores, com as propostas que chegaram. O torcedor tem que ver a importância que estamos dando para as competições que teremos em 2014", disse Maluf.

Diante das dificuldades para segurar os principais jogadores o dirigente avalia que não vender ninguém pode ser considerado um reforço. "A melhor contratação que fizemos foi manter todo o elenco. Liberamos alguns jogadores e vamos atrás de reforços, mas não falo em nomes ou posições", disse.

Maluf ainda lamentou o fato do dinheiro da venda do meia-atacante Bernard está bloqueado pela Fazenda Nacional, mas mantém a confiança que o Galo terá um bom 2014. "O dinheiro bloqueado dá para bancar um ano de futebol, mas o clube gasta menos do que arrecada e isso nos dá confiança de que teremos um bom 2014", declarou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.