Tamanho do texto

Time paulista sofreu 22 gols e fechou o Brasileirão 2013 com a defesa menos vazada. Mas marcou só 27 vezes

Mano chegou ao Corinthians na segunda-feira
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Mano chegou ao Corinthians na segunda-feira

Embora equilíbrio seja uma das palavras favoritas de Tite, o Corinthians esteve longe disso no último semestre. Terminou o Campeonato Brasileiro com a melhor defesa e o segundo pior ataque do torneio: foram 22 gols sofridos e 27 marcados em 38 rodadas. Mano Menezes promete buscar um balanço melhor.

Deixe seu comentário para a notícia

"A defesa está muito bem montada. O Corinthians está muito bem montado de modo geral. Temos que ver o quanto a gente precisa sacrificar cada setor, dar certa atenção a um em detrimento de outro. É o que precisamos equilibrar melhor", afirmou o novo técnico da equipe alvinegra.

Logicamente, na busca por esse equilíbrio, o tal sacrifício mencionado pelo gaúcho de Passo do Sobrado é do sistema defensivo em benefício da criação. A ideia é diminuir a responsabilidade dos homens de frente na marcação e dar a eles uma liberdade maior de movimentação.

"Aí, vai da visão que tenho, vai da escolha de um sistema. Preciso aproveitar da melhor maneira as características de cada um", comentou Mano, que prometeu mudanças além do esquema. Atletas que tinham moral com Tite começarão o ano no banco, o que, imagina o novo chefe, gerará "atrito" e "motivação".

Embora saiba que resultados serão cobrados, o treinador imagina alguma dificuldade nas rodadas iniciais do Campeonato Paulista por causa da questão física. "São poucos dias de preparação. Mas, depois de certo período, temos condições de ser uma equipe equilibrada."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.