Técnico do Atlético de Madri divide a ponta do Espanhol com o Barcelona e está nas oitavas da Liga dos Campeões

Reuters

Diego Simeone, técnico do Atlético de Madri
AP
Diego Simeone, técnico do Atlético de Madri

Seria "estúpido" não considerar que o Atlético de Madri pode dar um fim à hegemonia de uma década do Real Madrid e Barcelona ao conquistar o título do Campeonato Espanhol na atual temporada, disse o técnico Diego Simeone ao jornal italiano Il Giornale.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

O Atlético está empatado com o Barça na liderança com 46 pontos, faltando pouco mais da metade para o fim do torneio, com o Real Madrid a cinco pontos de distância na terceira colocação.

Com o principal destaque do Campeonato Espanhol, Diego Costa, em excelente forma, o segundo clube de Madri se torna um forte candidato a igualar a façanha do Valencia, que em 2004 negou aos dois grandes a conquista do título nacional.

O argentino Simeone, que transformou a equipe desde que assumiu no fim de 2011 e conquistou a Copa do Rei contra o Real na temporada passada, disse ao Il Giornale que um de seus desejos para 2014 é o troféu do Campeonato Espanhol.

"Seria estúpido não pensar nisso, ainda mais olhando para a tabela", disse ele ao jornal.

Além de figurar no topo do campeonato, o Atlético está classificado para as oitavas de final, em que irão enfrentar o Milan.

Os próximos confrontos da equipe espanhola serão contra o Valencia, na disputa pelas oitavas de final da Copa do Rei, com o primeiro jogo marcado para 7 de janeiro e o seguinte uma semana depois.

O Atlético ainda não jogou contra o Barcelona pelo Campeonato Espanhol, mas derrotou o Real por 1 a 0 no estádio Santiago Bernabéu em setembro, na primeira vitória contra os rivais conterrâneos em mais de uma década.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.