"Isso não me pertence. Minha parte é fazer o melhor em campo", disse o argentino, sobre a salvação jurídica do Flu

Darío Conca teve seu retorno ao Fluminense anunciado antes mesmo do final do Campeonato Brasileiro, quando o time ainda tinha chance de se salvar em campo do rebaixamento. O Flu caiu, mas ainda assim o argentino jogará a Série A em 2014. Tudo graças à decisão do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) de punir e rebaixar a Portuguesa pela escalação irregular de Héverton.

Mercado da bola: veja o entra e sai de atletas e os boatos do seu clube

"Isso não me pertence. Minha parte é fazer o melhor em campo. E, para isso, vou me preparar muito bem", disse ao Sportv , no gramado do Maracanã, durante o Jogo das Estrelas.

Leia mais: STJD confirma punição, rebaixa Portuguesa e salva o Flu

Alheio à polêmica no tribunal, o meia argentino espera voltar logo ao estádio - em que fez sucesso antes da reforma - para uma partida oficial com a camisa do Fluminense, a qual vestiu 210 vezes em sua primeira passagem, tendo anotado 40 gols.

"Estou ansioso por rever a torcida e fico feliz de defender essa camisa tão bonita", falou o jogador, que deixou o Fluminense em 2011 para atuar no futebol chinês, onde estava até a semana passada - pelo Guangzhou Evergrande, ficou em quarto lugar no Mundial de Clubes, no Marrocos.

Principal novidade anunciada até o momento, além da chegada do técnico Renato Gaúcho, Conca espera que o elenco seja mais forte na próxima temporada para não passar pelo mesmo sufoco que acompanhou neste ano, à distância.

"Sempre dá para melhorar. O Fluminense já conta com um grande elenco, mas é importante ter grandes jogadores para fazer bons campeonatos", concluiu o craque do futebol brasileiro em 2010.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.