Tamanho do texto

Time mexicano vence egípcios por 5 a 1 e esquece em parte a frustração pela derrota para o Raja Casablanca

Monterrey e Al-Ahly duelaram para decidir o quinto colocado do Mundial de Clubes da Fifa de 2013. Melhor para os mexicanos, que deram show no Marrakech Stadium, no Marrocos, e golearam os egípcios por 5 a 1, dando adeus em grande estilo, após a decepcionante derrota para o Raja Casablanca, nas quartas de final.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Delgado (à direita) comemora com Delgado um dos gols do Monterrey diante do Al Ahly pela disputa do 5º lugar do Mundial de Clubes
AP/Christophe Ena
Delgado (à direita) comemora com Delgado um dos gols do Monterrey diante do Al Ahly pela disputa do 5º lugar do Mundial de Clubes


Em grande noite, o chileno Humberto Suazo liderou a vitória do time de Nuevo León. López, Delgado e Cardozo também marcaram, completando a goleada. Meteab, artilheiro do Al-Ahly, fez sua parte e tentou amenizar as coisas, mas nada pôde fazer para parar o entrosado setor ofensivo dos Rayados.

O jogo

No primeiro tempo de um time só, os mexicanos começaram o jogo com tudo. Logo aos três minutos, Neri Cardozo deslocou o goleiro do Al-Ahly e chutou forte no canto direito, abrindo o placar para o Monterrey, que teve, logo em seguida, outra boa chance com o mesmo jogador, parada por impedimento.

Sem se abater e na tentativa de equilibrar a partida, o Al-Ahly foi para cima e empatou com Meteab aos sete minutos. O atacante empurrou a bola para o fundo das redes no meio das pernas de Ibarra. Bem armado e com várias enfiadas de bola, o Monterrey furou a forte marcação egípcia com Delgado, aos 21. Foi o quarto gol dele na temporada e segundo do time no duelo, jogando um balde de água fria nos planos ofensivos do adversário.

Se Ibarra falhou, com Ekramy não foi diferente. Aos 27, o zagueiro Lopez foi para a grande área e, após cobrança de escanteio, chutou forte e viu o goleiro errar feio na defesa. Perdida, a zaga do Ah-Ahly começou a fazer mais faltas e Gomaa derrubou Lopez dentro da área. O juiz marcou o pênalti claro. Suazo cobrou e Ekramy tentou se redimir, pulando no canto certo, mas não alcançou a bola e levou o quarto gol aos 44 minutos.

Com o resultado feito na primeira etapa, o segundo tempo não guardou grandes surpresas para o público presente no Marrakech Stadium: amplo domino do time de Nuevo Léon, que seguiu atacando e a conseguiu aumentar a contagem. Aos 21, Suazo, em apresentação irretocável, deixou Delgado na cara do gol para anotar o quinto tento.

Daí em diante, o esforço da equipe de Jeddah para chegar ao ataque de nada adiantou. Alguns chutes ainda tentaram se aproximar da meta de Ibarra, mas nada que ameaçasse a superioridade mexicana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.