Advogados do presidente da Fifa evitaram a publicação de uma coletânea de charges em que ele sera satirizado

Os advogados do presidente da Fifa, Joseph Blatter, foram à Justiça suíça para impedir a circulação do livro The Platter Cartoons . A obra, de autoria do cartunista e ex-jogador de futebol dinamarquês Olé Andersen, reúne quadrinhos com sátiras de um sósia do dirigente.

Comente esta notícia com outros torcedores

Os representantes de Blatter argumentaram que a autoridade máxima do futebol mundial "tem uma boa reputação e a publicação dos desenhos geraria danos que ele não seria capaz de reparar".

A liminar, contudo, virou motivo de piada na Suíça. O jornal Tages-Anzeiger publicou charge em destaque na sua primeira página relacionando o caso a episódio ocorrido em 2006, quando o jornal dinamarquês Jyllands-Posten publicou charge associando Maomé ao terrorismo, causando série de protestos pelo mundo.

"Mais uma vez, um cartunista dinamarquês insulta um profeta (desta vez do futebol)", diz a charge. A Fifa não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.