Lateral do clube mineiro admite que não suporta mais ficar apenas treinando e não vê a hora de chegar logo a estreia na competição

O Atlético-MG está concentrado em Marrocos para a disputa do Mundial de Clubes da FIFA e estreia na competição no dia 18 de dezembro. O adversário será definido neste sábado, às 17h30 (de Brasília), no duelo entre Raja Casablanca, do Marrocos, e Monterrey, do México, em Agadir. O lateral direito Marcos Rocha revelou estar ansioso para conquistar o tão sonhado título e voltar ao Brasil com a taça nas mãos.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Não aguento mais ficar só no quarto, dormindo. Quero que chegue logo a hora do jogo. Mas entendo que temos que guardar energias para conseguir esse feito histórico. Sonho meu e de todos os atleticanos. Estou muito feliz por estar fazendo parte dessa história", afirmou o jogador ao programa Arena Sportv .

Veja ainda: Jogadores do Mundial passam por exames antidoping antes do torneio

Questionado sobre qual adversário prefere encarar nas semifinais, Raja Casablanca ou Monterrey, Marcos Rocha não escolheu. "Conhecemos bem as equipes do México, jogam com velocidade e marcam bem. Mas acompanhamos o jogo dos marroquinos e vamos discutir a melhor forma de jogar contra qualquer um. Não podemos escolher adversários, temos de estar preparados para enfrentar quem vier", analisou.

Segundo ele, os treinamentos estão ajudando a equipe a se adaptar ao clima do Marrocos. "A vontade é muito grande, estamos nos adaptando, conhecendo o clima que vamos encontrar na hora do jogo e, para isso, nossos treinos estão sendo no horário marcado para a partida. É bom para sentir o gramado e a temperatura. Estamos confiantes e preparados, mas sem passar dos limites para não atrapalhar", disse o lateral.

E mais: Com Robben cortado, Bayern inscreve meia de apenas 18 anos

A possível final contra o gigante Bayern de Munique não assusta o defensor. "Nós temos o Ronaldo, que faz a diferença dentro de campo e impõe respeito. O Tardelli, Jô, Luan, todos em boa fase. Estamos preparados para a partida. Eles são rápidos e nós ofensivos, teremos que nos resguardar um pouco mais. O Bayern joga pelas pontas, então, nós da defesa, temos agrupar a linha de quatro, estando sempre juntos. Temos que estar concentrados porque não há espaço para o erro", finalizou.

    Leia tudo sobre: BAYERN DE MUNIQUE
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.