Além dos testes de sangue e urina, os médicos da Fifa traçaram um perfil biológico dos jogadores, algo que ajudará na prevenção de doping no futuro

Os 174 jogadores dos oito times que disputam o Mundial de Clubes da Fifa já foram submetidos a  exames antidoping até a última terça-feira, anunciou a entidade máxima do futebol mundial em comunicado oficial emitido nesta quinta.

Além dos testes de sangue e urina, os médicos da Fifa traçaram um perfil biológico dos jogadores, algo que ajudará na prevenção de doping no futuro. Este sistema, inclusive, será usado na Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.

"Jogadores e técnicos foram extremamente cooperativos e deram total suporte para a nova estratégia antidoping da Fifa", comemorou Jiri Dvorak, chefe do departamento médico da entidade após os exames, que começaram dia 1º de novembro sem aviso prévio.

Mas os atletas ainda terão a chance da convocação surpresa para mais testes depois das partidas da competição mundial, sediada no Marrocos. Campeão da Libertadores desta temporada, o Atlético-MG é um dos oito participantes, mas ainda não estreou no torneio.

Já em Marrakesh, a delegação alvinegra espera o vencedor do local Raja Casablanca e do mexicano Monterrey nas semifinais. O Bayern de Munique, além de Guangzhou Evergrande, da China, e Al Ahly, do Egito, está do outro lado da chave do Mundial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.