Washington Rodrigues de Oliveira divulgou voto contra o clube e foi afastado do julgamento

Heverton, jogador da Portuguesa, foi escalado na última rodada e clube pode ser punido
Divulgação
Heverton, jogador da Portuguesa, foi escalado na última rodada e clube pode ser punido

Se em campo o Campeonato Brasileiro já acabou, nos tribunais a competição está longe do fim. A escalação de um jogador irregular pode colocar a Portuguesa na segunda divisão, caso que será julgado na próxima segunda-feira pelo STJD e que acaba de ganhar mais uma polêmica: Washington Rodrigues de Oliveira, um dos julgadores, foi excluído da sessão por antecipar seu voto no Facebook.

Deixe o seu recado e comente com os outros leitores

O auditor da 1ª Comissão Disciplinar do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) foi desconvocado por publicar em sua página pessoal que a Portuguesa deveria ser punida. Aliás, a reportagem apurou que a nova polêmica gerou um clima de mal-estar dentro da própria entidade nacional.

A decisão foi tomada por Paulo Valed Perry, presidente da 1ª comissão e referendada pelo Pleno do STJD. Dessa maneira, seguem confirmados para a sessão em primeira instância o próprio Paulo Valed Perry, além de Felipe Belivcqua, Vinicius Augusto Sá Vieira e Luiz Felipe Bulus Alves Ferreira.


O artigo 18 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) deixa claro que um auditor fica impendido de participar do julgamento "quando se houver manifestado, previamente, sobre o fato concreto de objeto de causa em julgamento".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.