Tamanho do texto

Jogadores considerados queridinhos de suas torcidas tiveram desempenho ruim no Brasileirão e possuem futuro incerto para a próxima temporada

Fred participou apenas de nove partidas, fez três gols e foi alvo de protestos da torcida do Flu
Gazeta Press
Fred participou apenas de nove partidas, fez três gols e foi alvo de protestos da torcida do Flu

Destaques nas últimas temporadas, eles foram heróis em conquistas recentes e tinham tudo para se consolidarem como ídolos de suas torcidas. Mas o desempenho em campo e até algumas atitudes fora dele fizeram com que perdessem o status de unânimes diante de seus fãs.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Nomes como Fred, Emerson, Romarinho, Luis Fabiano e Leandro Damião, antes reverenciados pelos torcedores dos seus times, custam caro aos cofres de seus clubes, decepcionaram no Brasileirão e têm futuro incerto para a próxima temporada. Eles não apenas se desvalorizaram no mercado, mas também deixaram de ter seus nomes gritados com entusiasmo nas arquibancadas.

Desfalque por lesão, Fred não escapa das críticas no Flu
Craque e artilheiro do Campeonato Brasileiro do ano passado, com 20 gols marcados, Fred comandou o Fluminense no título de 2012. Porém, em apenas um ano, o atacante foi de herói a vilão para a torcida. Teve lesão séria na coxa direita no início do campeonato e não se recuperou a tempo de tentar salvar o Fluminense do rebaixamento para a Série B.

O grande nome do time disputou apenas nove partidas no Brasileirão e marcou três gols. Mesmo fora de combate, o artilheiro não escapou da ira da torcida. Antes mesmo do fim do Brasileirão, Fred foi alvo de pichações na sede do clube e perdeu seu status de unanimidade. Após a queda para a Série B, o atacante já disse que permanece para 2014, mesmo com interesse do Cruzeiro, e não demonstra receio de perder espaço na seleção brasileira às vésperas da Copa de 2014.

As lesões e o tempo fora dos gramados também geraram uma queda no valor do atacante. Segundo levantamento da Pluri Consultoria, Fred se desvalorizou € 1,15 milhão (R$ 3,45 milhões) durante o ano, de € 6,8 milhões para € 5,65 milhões.

Heróis da Libertadores frustram torcida corintiana
Decisivo na conquista da Libertadores de 2012, marcando dois gols na final contra o Boca Juniors, Emerson Sheik já teve dias menos turbulentos no Corinthians . As atitudes do jogador dentro e fora dos gramados geraram descontentamento da torcida corintiana.

Sheik deu selinho em amigo e gerou a fúria da torcida corintiana
Reprodução
Sheik deu selinho em amigo e gerou a fúria da torcida corintiana

Emerson fez apenas dois dos 27 gols marcados pelo time e foi uma das figuras do ataque pífio do Corinthians no Brasileirão de 2013. Mas não foi apenas o desempenho em campo que deixou o torcedor frustrado. O atacante postou uma foto dando um selinho em um amigo e virou alvo de protestos homofóbicos. De lá para cá, não teve mais paz e pode deixar o clube na próxima temporada. Emerson interessa ao Flamengo, clube onde foi campeão brasileiro em 2009.

Já Romarinho, destaque do Bragantino no Paulistão de 2012, teve uma ascensão rápida no Corinthians, mas suas atuações ruins em 2013 colocaram em xeque a relação com o torcedor. O atacante chegou sem alarde, mas ganhou destaque ao marcar um gol contra o arquirrival Palmeiras e garantir o empate do Corinthians no jogo de ida da final da Libertadores de 2012, diante do Boca.

Porém, os números de Romarinho no Brasileirão têm de ser esquecidos pelo jogador. Com o pé descalibrado, o atacante disputou 37 jogos na competição e fez apenas um gol. Além disso, o jogador vem sendo chamado de “cachaceiro” e “baladeiro” pela torcida, devido à sua vida noturna.

Romarinho e Emerson: os heróis da Libertadores hoje têm o rótulo de
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Romarinho e Emerson: os heróis da Libertadores hoje têm o rótulo de "negociáveis" no Corinthians

Luis Fabiano despenca de produção em 2013
Homem-gol do São Paulo desde que voltou ao time, em 2011, Luis Fabiano teve uma temporada ruim e não é mais unânime perante o torcedor são-paulino. O atacante fez apenas seis gols em 24 partidas no Brasileirão, média de 0,25 por jogo. Os números são bem diferentes do que fez no ano passado, quando marcou 17 gols em 22 oportunidades, média de 0,77 no Brasileirão. Segundo a Pluri, o atacante valia € 3,78 milhões em 2012, e atualmente é avaliado em € 2,32 milhões. Portanto, uma queda de € 1,46 milhão (R$ 4,38 milhões).

As contusões, suspensões por cartões e a escassez de gols fizeram com que Luis Fabiano perdesse até a vaga de titular no São Paulo em algumas partidas, e agora o atacante tem futuro incerto em 2014. 

Leandro Damião amarga pior temporada da carreira
Após surgir como grata revelação em 2011 no  Internacional , ganhando espaço na seleção brasileira de Mano Menezes, Leandro Damião manteve bom desempenho em 2012, marcando 31 vezes. Porém, foi um dos destaques negativos na fraca campanha do Inter no Brasileirão deste ano.

O atacante de 24 anos marcou somente 17 gols na temporada – oito no Brasileirão – e chegou a ir para a reserva do time gaúcho. A queda de desempenho também repercutiu no valor de mercado do jogador, que foi de € 23 milhões em 2012 para € 17,4 milhões, uma queda de € 5,6 milhões (R$ 16,8 milhões). Em baixa no Inter, Leandro Damião pode se transferir para o Santos na próxima temporada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.