Em quinto colocado, time carioca pode terminar entre os quatro primeiros do Brasileirão até mesmo com um empate, resultado que evitaria queda dos catarinenses

Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo
Flickr/Botafogo
Oswaldo de Oliveira, técnico do Botafogo

O Botafogo recebe o Criciúma neste domingo, à 17h (de Brasília), no Maracanã, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Na quinta posição com 58 pontos, o clube carioca se garante no G4 se vencer e um desses dois resultados acontecerem: derrota do Atlético-PR para o Vasco em Santa Catarina ou tropeço do Goiás diante do Santos, em Goiânia. Já o time catarinense ainda corre riscos de rebaixamento. Um empate o garante na elite nacional. Caso perca, dependerá de um tropeço do Vasco ou do Coritiba.

O fato dos dois times estarem precisando do resultado preocupa o técnico Oswaldo de Oliveira, que espera um jogo muito disputado. "Os dois times precisam ganhar e isso, por si só, torna a partida ainda mais complicada. Mas precisamos estar preparados para o que está por vir. Acredito que o nosso grupo tem condições de fazer prevalecer o mando de campo e conquistar uma vitória", analisou.

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

"O Botafogo precisa ter tranquilidade contra o Criciúma para não ser surpreendido. O nosso adversário vai entrar em campo sabendo que o empate é o resultado que lhe interessa para evitar o rebaixamento. Não vai querer se expor e não podemos permitir que o nosso time fique exposto. Vamos ter noventa minutos para ganhar a partida e temos que tocar a bola, procurar espaços e a melhor maneira de decidir o confronto. Claro que a iniciativa do jogo será nossa, mas com a cautela necessária", lembrou o atacante Rafael Marques.

Oswaldo vai promover o retorno do lateral direito Edilson, que cumpriu suspensão na derrota de 2 a 1 para o Coritiba e reaparece na vaga de Gilberto. O volante Renato, recuperado de dores na coxa esquerda, e o meia uruguaio Lodeiro, que vinha sendo preterido, ganharão nova oportunidade nas vagas de Marcelo Mattos e Hyuri, respectivamente. O atacante Elias, com dores na coxa esquerda, é dúvida. Se for vetado, Bruno Mendes entra no time.

Argel Fucks, técnico do Criciúma
Site oficial
Argel Fucks, técnico do Criciúma

Pelo lado do Criciúma, o técnico Argel Fucks garante que sua equipe não vai entrar em campo pensando no empate. "Nós conseguimos passar por momentos piores neste Campeonato Brasileiro e tenho convicção de que vamos conseguir o resultado que precisamos para escapar de vez do risco de rebaixamento. Para isso, entraremos em campo contra o Botafogo pensando na vitória, já que se atuarmos de olho apenas no empate vamos dar um passo gigantesco para a derrota", afirmou.

O Criciúma tem problemas para este jogo. O zagueiro Fábio Ferreira e o volante Elton foram advertidos com o terceiro cartão amarelo contra o São Paulo e terão que cumprir suspensão. Assim, Matheus Ferraz entra na zaga e Bruno Renan atuará como volante. Livre das dores que o incomodavam por conta de uma entorse no joelho esquerdo, o atacante Lins está confirmado.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro as duas equipes se enfrentaram no Estádio Heriberto Hulse e o Botafogo levou a melhor, vencendo, de virada, por 2 a 1. Naquela ocasião Octávio e Elias marcaram os gols dos cariocas, após Lins abrir o marcador para os catarinenses.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-RJ X CRICIÚMA-SC

Local : Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 8 de dezembro de 2013 (Domingo)
Horário : 17h(de Brasília)
Árbitro : Paulo César de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Pablo Costa (MG)

BOTAFOGO: Jéfferson, Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Gabriel, Renato, Seedorf, Lodeiro e Rafael Marques; Elias (Bruno Mendes)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

CRICIÚMA : Galatto, Sueliton, Ewerton Páscoa, Matheus Ferraz e Marlon; Bruno Renan, Serginho, João Vitor e Ricardinho; Lins e Wellington Paulista
Técnico : Argel Fucks

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.