Time encara o Bahia na última rodada, precisa vencer e ainda torcer por combinação de resultados para permanecer na elite

Leandro Euzébio em ação no treino do Fluminense
Photocamera
Leandro Euzébio em ação no treino do Fluminense

Na reta final do Campeonato Brasileiro de 2009 se tinha a certeza de que o Fluminense estaria rebaixado. Afinal de contas, os matemáticos falavam que o risco de queda é de 99%. Porém, comandados por Cuca, os tricolores mostraram um grande poder de reação e escaparam da degola na rodada final, com um empate por 1 a 1 com o Coritiba em jogo que ficou marcado de maneira negativa pelo violento comportamento da torcida do Coxa no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).

Fluminense vai escapar do rebaixamento? Comente com outros leitores

Aquele delicado momento do time, que acabou dando a volta por cima, está servindo de inspiração para os jogadores do atual elenco do Fluminense, que se prepara para a partida contra o Bahia, neste domingo, às 17 horas (de Brasília), na Arena Pituaçu, em Salvador (BA).

Leia mais: Com atraso e cansado, Fluminense chega a Salvador para jogo decisivo

" Nós sabemos que são momentos diferentes, alguns jogadores não estavam naquela ocasião, outros estavam, mas logicamente que todo exemplo positivo que sirva de motivação para nós é sempre muito importante. Espero que o nosso grupo também consiga dar essa resposta positiva para os torcedores nesta rodada final do Brasileirão", disse o zagueiro Gum, que estava no elenco naquela ocasião, quando o Fluminense passou a ser carinhosamente chamado pelo seu torcedor de "time de guerreiros".

Confira classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Campeonato Brasileiro

O volante Jean também comentou a ligação entre os dois momentos do time. "Nós vamos sempre nos inspirar naquilo que for positivo e aquela ocasião ficou marcada na história do Fluminense. Portanto, vamos trabalhar para conseguir a vitória contra o Bahia", disse Jean.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.